Como medir a temperatura da CPU do computador

Compartilhe

O calor é um dos principais inimigos do seu computador, resultando em falhas no processador pelas altas temperaturas. Por isso, é importante medir a temperatura do PC de vez em quando.

E é sobre isso o que vamos falar nesse post. Existem duas formas bem simples para medir a temperatura do computador, e ambas mostram as informações pertinentes sobre a temperatura do equipamento.

 

 

 

Medir a temperatura pela BIOS ou UEFI

 

 

Para entrar na BIOS ou UEFI do seu computador, você precisa ativar uma tecla específica antes de carregar o Windows. Essa tecla pode ser a F2, a F1, Esc ou até um botão de função ou Fn. Tudo depende das configurações do fabricante.

Ao acionar o botão antes da inicialização do sistema operacional, você entra na BIOS do computador. Entre as opções disponíveis, acesse System Information (ou H/W Monitor, Computer Status ou outras coisas do tipo).

Na tela com as informações do hardware, você verá todas as informações sobre os componentes do computador. E aqui, em algum lugar, você vai ver a temperatura do processador do computador. Aqui, a aparência do recurso pode variar bastante, dependendo (de novo) do fabricante. Em alguns casos, nem a tela de informações de temperatura está disponível, e é por isso que vamos mostrar o segundo método para obter tal informação.

 

 

 

Medir a temperatura por um software externo

 

Vários programas podem medir a temperatura da CPU do Windows, mas o Open Hardware Monitor é de graça, é de código aberto e bem simples de usar.

Primeiro, acesse o site do aplicativo e faça o download do mesmo, clicando no botão Download Open Hardware Monitor 0.8.0 Beta. Feito isso, você vai para a tela de download.

Um arquivo .ZIP será armazenado no seu computador. Clique com o botão direito sobre ele para descompactar o arquivo (se você não tem um software só para isso, saiba que sobram alternativas na internet). Feito isso, abra a pasta OpenHardwareMonitor que foi criada com o processo, e clique no arquivo OpenHardwareMonitor.exe para executar o arquivo com permissão de administrador (aceite o pedido de permissão para realizar alterações no sistema operacional).

O programa mostra todas as informações do computador, e para encontrar a temperatura da sua CPU, basta procurar pelo nome do processador do equipamento, e abaixo dele tem todas as informações pertinentes. O programa também analisa a temperatura da placa gráfica, discos rígidos e outros elementos de hardware.

 

 

 

As temperaturas normais para o seu processador

 

O gráfico produzido pelo BuildComputers.net mostra quais são as temperaturas consideradas normais para o seu processador, tanto em estado de repouso como em funcionamento normal e a temperatura máxima.

 

PROCESSADORTEMPERATURA EM REPOUSOTEMPERATURA NORMALTEMPERATURA MÁXIMA
INTEL CORE I5-6600K24 a 28 °C42 a 52 °C72 °C
INTEL CORE I7-6700K26 a 35 °C53 a 70 °C72 °C
INTEL CORE I3-413034 a 38 °C50 a 61 °C72 °C
INTEL CORE I5-4670K28 a 35 °C47 a 60 °C72 °C
INTEL CORE I7-4770K34 a 39 °C55 a 65 °C67 ºC
INTEL CORE I3-322028 a 35 °C50 a 60 ºC65 ºC
INTEL CORE I5-3570K28 a 35 °C50 a 62 ºC67 ºC
INTEL CORE I7-3770K30 a 40 ºC55 a 65 °C67 ºC
INTEL CORE I3-210030 a 37 °C50 a 62 ºC69 ºC
INTEL CORE I5-2500K35 a 41 °C55 a 65 °C72 °C
INTEL CORE I7-2600K32 a 40 °C47 a 60 °C72 °C
AMD A6-7400K28 a 35 °C50 a 63 °C70 °C
AMD A10-7850K28 a 33 °C49 a 60 °C72,4 °C
AMD A6-6400K28 a 37 °C49 a 57 °C70 ºC
AMD A10-6800K28 a 35 °C50 a 55 ºC74 ºC
AMD A6-5400K25 a 35 °C45 a 55 °C70 ºC
AMD A10-5800K28 a 35 ºC50 a 55 ºC74 ºC
AMD FX-430030 a 35 °C45 a 55 °C61 ºC
AMD FX-630035 a 40 °C50 a 60 ºC61 ºC
AMD FX-835035 a 40 °C50 a 55 ºC61 ºC
AMD FX-410035 a 40 °C50 a 60 ºC70 ºC
AMD FX-610030 a 35 °C45 a 55 °C70 ºC
FX-815030 a 35 °C50 a 58 °C61 ºC

 

Isso não quer dizer que o seu processador não pode registrar temperaturas mais altas que as indicadas, mas isso não é algo recomendado. Ultrapassar demais esses números é um claro sinal de problemas na ventilação ou em um dos seus componentes.

Computadores que sofrem de superaquecimento podem registrar perdas de desempenho, reinicializações aleatórias e até danos permanentes em alguns componentes, mesmo que muitos processadores deixem de trabalhar de forma automática para evitar danos irreversíveis.


Compartilhe