Compartilhe

Nas últimas semanas, o Google está implementando diversas mudanças importantes no Google Meet. O objetivo das melhorias não é outro senão bater de frente com o Zoom e entrar de cabeça na recém criada competição envolvendo os aplicativos de videochamadas em grupo.

Com o isolamento social recomendado na tentativa em conter uma pandemia global, um novo mercado se abriu “do nada”: as videoconferências se tornaram uma necessidade repentina para profissionais em empresas, alunos e professores em escolas e para o cidadão comum que quer conversar com parentes em amigos que estão em diferentes pontos do Brasil e do mundo.

O Zoom conquistou um grande público rapidamente por causa da sua simplicidade de uso e boa qualidade de imagem e som durante as chamadas, apesar de todas as suas polêmicas com a falta de segurança e a possibilidade de vazamento de dados.

Agora, todas as demais plataformas que estavam mais ou menos consolidadas estão promovendo mudanças e melhorias em seus sistemas. O Google Meet é uma dessas plataformas, que recentemente ficou gratuito (de forma temporária) para todos os usuários e passou a oferecer as chamadas em vídeo para até 100 participantes ao mesmo tempo.

Outra novidade do Google Meet é a integração do serviço no Gmail. O sistema já está presente nas contas dos usuários de todo o mundo, e é mais uma iniciativa que soa como resposta ao auge de plataformas de videoconferência como o Zoom.

Nesse post, mostramos como você pode iniciar uma chamada no Google Meet pelo Gmail de forma simples, rápida, prática e descomplicada.

 

 

 

Como iniciar uma chamada de vídeo no Google Meet via Gmail

 

 

O processo é realmente bem simples.

Basta entrar em Gmail.com e iniciar sessão com sua conta de usuário e senha. Então, ao abrir a sua caixa de entrada do Gmail, você vai perceber que na barra lateral esquerda vai aparecer dois novos botoões: Iniciar uma reunião e Participar de reunião.

De forma bem estratégica, o Google está aproximando o seu serviço de videochamadas em grupo do cliente de e-mails mais popular do planeta. Nem é preciso ser um gênio da matemática nesse caso para observar que boa parte dos usuários que a empresa gerenciada por Sundar Pichai já possui por conta do Gmail pode migrar de forma quase automática para o Google Meet. Por isso, nada melhor do que colocar um serviço dentro do outro e facilitar esse acesso para os mais indecisos.

Iniciar ou entrar em uma chamada de vídeo em grupo no Google Meet ficou mais simples do que nunca. Tudo depende de um clique dentro do Gmail. E a melhor parte é que você não vai precisar configurar nada ou ir para outras páginas, e nem mesmo vai precisar instalar aplicativos adicionais para utilizar o serviço.

É o Google utilizando o conceito de ecossistema para expandir o uso da sua plataforma de chamadas de vídeo em grupo para os usuários de outros serviços da empresa. Sem falar nas estratégias de software que a gigante de Mountain View inseriu no Android: para alguns usuários, ao mencionar a palavra Zoom no app de mensagens, uma outra mensagem aparecia sugerindo iniciar uma chamada de vídeo no Duo.


Compartilhe