TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Como foi o início do 5G em Florianópoilis? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Internet | Como foi o início do 5G em Florianópoilis?

Como foi o início do 5G em Florianópoilis?

Compartilhe

A tecnologia de internet móvel 5G começou a funcionar de forma efetiva (ou como prefere dizer os entusiastas em tecnologia “de verdade, pra valer”) ontem, 22 de agosto de 2022. E esse é o início de uma nova fase na era da conectividade da capital catarinense.

A ilha foi importante no processo de preparação da chegada do 5G no Brasil. A cidade foi escolhida pela TIM para realizar os primeiros testes dessa nova tecnologia de dados, e agora recebe a versão definitiva e real (de novo: o 5G DSS não era o 5G puro ou com todo o seu potencial) desse padrão de conectividade móvel, e isso é algo positivo para um grupo considerável de usuários.

Sou o feliz proprietário de um smartphone compatível com as redes 5G SVA e SA, o excelente Samsung Galaxy S21 Ultra. E isso me fez realizar alguns experimentos com essa nova competição, permitindo assim compartilhar com o amigo leitor do blog as primeiras impressões sobre esse primeiro dia de funcionamento desse novo padrão de internet.

Além disso, vou aproveitar a oportunidade para eliminar algumas dúvidas pendentes ou que apareceram justamente neste primeiro dia de 5G aqui em Florianópolis. Pois é certo que, de alguma forma, a confusão pode acontecer para os usuários um pouco mais leigos.

 

 

 

Como foi o primeiro dia do 5G em Florianópolis?

Dá para dizer que foi relativamente tranquilo. Até porque tem muitas pessoas aqui na ilha que ficaram mais preocupadas com o jogo Avaí vs Internacional, realizado hoje à noite. Aliás, uma coisa é certa: os torcedores que foram até a Ressacada não conseguiram utilizar a recém estreada internet 5G, e eu falo mais sobre isso daqui a pouco.

Eu me lembro que a transição do 3G para o 4G em Araçatuba (SP) foi mais traumática, acontecendo de forma repentina e sem grandes alardes, mas que deixou alguns telefones (inclusive o meu) sem internet por algumas horas.

Já a ativação do 5G foi menos problemática porque não foi exatamente uma migração de sinal, mas sim o acionamento das antenas que foram instaladas nos locais onde as operadoras vão disponibilizar esse padrão de conectividade para os seus clientes.

Por volta de 12h (horário de Brasília), já era possível utilizar o sinal do 5G no centro de Florianópolis, local onde todas as operadoras contam com antenas para distribuição do sinal. Ao que tudo indica, a expansão desse sinal vai acontecer a partir deste ponto central para os demais bairros da cidade.

 

 

 

E como foram os testes de velocidade?

Uma das formas mais simples e diretas de avaliar a velocidade do 5G aqui em Florianópolis foi com o tradicional teste do SpeedTest no smartphone.

Sou um usuário que conta com chips das operadoras Claro e Vivo, e cada empresa entregou resultados diferentes e dentro do esperado, considerando o comportamento do sinal de cada uma delas durante o tempo de uso com as respectivas redes em 4G.

Nos testes do SpeedTest, a conexão da Claro entregou velocidades de download e upload maiores que a rede da Vivo, com uma diferença até considerável no recebimento de dados e gritante para o envio de dados. Tal e como acontece com as mesmas operadoras quando se usa o padrão 4G na cidade.

O que não dá para discutir é que as velocidades de download e upload na conexão 5G nas duas operadoras é muito superior ao que encontramos hoje nas redes 4G, com um salto de qualidade expressivo na experiência de uso da internet.

Não apenas a navegação é muito mais rápida, como também o acesso aos serviços de streaming se torna mais efetivos, com uma resposta imediata para o início da execução dos vídeos e um buffering (ou tempo de carga de dados de vídeo) inexistente.

Além disso, as chamadas de vídeo pelas redes 5G se tornam plenas, sem travamentos ou engasgos, e com uma qualidade de imagem impecável. E tudo isso pode mudar a perspectiva dos usuários sobre o uso da internet móvel na cidade.

 

 

 

O 5G está funcionando em toda a cidade de Florianópolis?

Então… o 5G chegou em Floripa, mas é preciso seguir algumas regras para poder utilizar a nova conectividade de redes móveis.

Para começo de conversa (e isso já ficou mais ou menos claro um pouco antes neste artigo), o 5G não está funcionando em toda a cidade de Florianópolis. Apenas algumas regiões estão com o sinal ativo, e cada operadora adotou uma estratégia para começar a operar com a nova tecnologia de rede por aqui.

Todas as principais operadoras brasileiras (Claro, Vivo e TIM) decidiram ativar o sinal 5G no centro de Florianópolis, por entenderem que este é o local de maior circulação de pessoas na cidade. E isso é um fato consumado.

Mesmo assim, cada uma das operadoras adotou uma abordagem diferente para ativar o sinal 5G em outros bairros da cidade. Por exemplo, a Vivo escolheu os bairros Canto e Jurerê Internacional para ativar a nova tecnologia. A Claro optou por ativar a nova rede apenas na Beira Mar Norte além do centro. E a TIM foi a operadora mais generosa, ativando a nova tecnologia de redes móveis em 19 bairros da capital catarinense.

O mapa de cobertura do sinal 5G fornecido pela nperf.com ilustra como está ativo o 5G em Florianópolis neste primeiro momento. E o site pode ser uma ótima fonte de informação para se obter atualizações sobre os novos bairros que estão recebendo este sinal de rede.

 

Cobertura 5G em Florianópolis

OperadoraBairros com cobertura
ClaroCentro e Beira Mar
TIMAbraão, Agronômica, Cachoeira Do Bom Jesus, Cachoeira Do Bom Jesus Leste, Canasvieiras, Canto Do Lamim, Capivari, Capoeiras, Centro, Coloninha, Coqueiros, Estreito, Ingleses Sul, Jardim Atlântico, Jurerê Leste, Jurerê Oeste, Monte Cristo, Ponta das Canas e Santinho
VivoCanto, Centro e Jurerê Internacional.

 

 

 

O que eu preciso para usar o 5G em Florianópolis?

Além de estar em um bairro onde o sinal está funcionando, é preciso ter um smartphone compatível com as redes 5G para usar a nova tecnologia de rede em Florianópolis.

A Anatel divulgou uma lista de dispositivos compatíveis com o 5G no Brasil (pelo menos neste primeiro momento; é claro que a lista será atualizada com o passar do tempo, conforme os novos modelos são anunciados e apresentados ao mercado brasileiro).

A seguir a lista de telefones compatíveis com o 5G no Brasil:

Apple

  • iPhone SE (3ª geração) 
  • iPhone 12 mini 
  • iPhone 12
  • iPhone 12 Pro 
  • iPhone 12 Pro Max 
  • iPhone 13 mini 
  • iPhone 13 
  • iPhone 13 Pro
  • iPhone 13 Pro Max 

Samsung

  • Galaxy S20 FE 5G
  • Galaxy S21 FE 5G
  • Galaxy S21 5G
  • Galaxy S21+ 5G
  • Galaxy S21 Ultra 5G
  • Galaxy S22 
  • Galaxy S22+ 
  • Galaxy S22 Ultra
  • Galaxy A13
  • Galaxy A22 5G
  • Galaxy A32 5G
  • Galaxy A33 5G
  • Galaxy A52 5G 
  • Galaxy A52s 5G
  • Galaxy A53 5G
  • Galaxy A73 5G
  • Galaxy M23 5G 
  • Galaxy M33 5G 
  • Galaxy M52 5G
  • Galaxy M53 5G
  • Galaxy Z Flip3 5G 
  • Galaxy Z Fold2 5G 
  • Galaxy Z Fold3 5G 
  • Galaxy Note 20 5G 
  • Galaxy Note 20 Ultra 5G 

Motorola

  • Moto G 5G Plus
  • Moto G 5G
  • Moto G50 5G
  • Moto G71 5G 
  • Moto G100 5G 
  • Moto G200 5G 
  • Motorola Edge 
  • Motorola Edge 20
  • Motorola Edge 20 Lite
  • Motorola Edge 20 Pro
  • Motorola Edge 30

Xiaomi

  • Mi 10T Pro 
  • Mi 10T
  • Mi 11 
  • Mi 12 Pro 5G 
  • Xiaomi 12 Lite
  • Xiaomi 12
  • Poco F3 
  • Poco M3 Pro 5G
  • Poco M4 Pro 5G 
  • Poco X4 Pro 5G
  • Redmi Note 10 5G
  • Redmi Note 11 Pro 5G
  • Xiaomi 11 Lite 5G

Asus

  • Zenfone 8 
  • Zenfone 8 Flip 
  • ROG Phone 5 
  • ROG Phone 5s 

Realme

  • Realme GT 2 Pro
  • Realme GT Master
  • Realme 9 Pro+

TCL

  • TCL 20 Pro 5G

Infinix

  • Zero 5G 

Nokia

  • Nokia G50 

Além disso, algumas operadoras podem, de forma pontual, exigir a troca de chips SIM para o uso da internet 5G SA (Standalone), além da contratação de um plano compatível com essa tecnologia. Neste caso, você vai ter que pagar a mais para usufruir dos benefícios do novo padrão de rede.

 

 

 

E quanto eu tenho que pagar por usar as redes 5G em Florianópolis?

Chegamos ao tema que mais interessa para a grande maioria dos usuários (e em qualquer parte do país).

Neste primeiro momento, a grande maioria dos usuários não vai precisar pagar valores adicionais para utilizar as redes 5G em Florianópolis e em qualquer região do Brasil. Se você tem um telefone compatível com o novo padrão de rede, pode utilizar essa tecnologia sem qualquer tipo de custo adicional.

A maioria das operadoras simplesmente liberou o sinal 5G para todos os planos disponíveis, e não fez qualquer tipo de discriminação entre os usuários e os planos ativos. O que é algo muito positivo e diferente do que aconteceu (por exemplo) na migração do 2G para o 3G, onde muitos foram obrigados a contratar planos específicos para essa tecnologia (se bem que, neste caso, fazia sentido, pois a nova tecnologia de rede também exigiu a troca dos chips para o funcionamento correto da nova rede).

O que algumas operadoras já estão fazendo é oferecer planos específicos para quem quer explorar mais e melhor as novas redes 5G, já prevendo uma mudança de comportamento do usuário com todas as possibilidades que se abrem a partir de agora.

Na prática, vai ter muita gente que vai passar a ver TV via streaming em qualquer lugar, assistir filmes e episódios de séries sentado embaixo da figueira da Praça XV, consumir mais vídeos do YouTube enquanto aproveita o dia de sol na Beira Mar Norte, jogar mais videogames na frente da Catedral e várias outras atividades que naturalmente vão resultar em um aumento na demanda de dados.

Logo, para não deixar esse grupo de usuários desprovidos, algumas operadoras estão oferecendo planos com pacotes de dados e benefícios mais voltados para o maior consumo de internet, pensando de forma bem específica no 5G que chegou por aqui.

Neste caso, entendo que cada usuário terá que analisar com calma todas as possibilidades antes de contratar um plano pensando no 5G de cada operadora. Vale a pena buscar o feedback de outros usuários para entender como uma determinada operadora está se comportando com a nova tecnologia de rede, e se a relação custo-benefício consegue fechar diante do desempenho oferecido.

Aqui, é fundamental lembrar mais uma vez que a chegada do 5G não vai marcar o desaparecimento das redes 4G, 4G+ e derivados. Não há qualquer tipo de previsão para o desligamento do sinal 4G, que deve melhorar com a redução da saturação dessa rede. Mesmo porque quem tem um telefone com 5G com certeza não vai querer voltar depois de testar as novas velocidades.

Logo, para quem ainda não comprou um smartphone compatível com as redes 5G, pode respirar de forma tranquila e não ter qualquer tipo de pressa. As novas redes não estão disponíveis na maior parte de Floripa, e as redes 4G ainda funcionam neste momento.

 

 

 

Conclusão

Apesar de algumas instabilidades típicas de um primeiro dia de uma nova tecnologia, a chegada do 5G em Florianópolis aconteceu sem maiores sustos ou traumas.

A nova rede está funcionando, e os felizardos que contam com um telefone compatível com essa tecnologia já estão se beneficiando das grandes vantagens que taxas de download e upload elevadas podem oferecer.

Com o passar do tempo, vou compartilhar com você essa experiência do uso do 5G aqui em Florianópolis. Quem sabe as minhas impressões ajudam aos mais indecisos a tomar a melhor decisão entre a migração para a nova era ou esperar mais um pouco até que o novo se estabeleça naturalmente.


Compartilhe