Como fazer a bateria da Xiaomi Mi Band durar muito mais

Compartilhe

A Xiaomi Mi Band é a pulseira inteligente mais popular do mercado. Vários são os motivos que ajudam nessa popularidade: seu design, suas funcionalidades, seu preço e sua longa autonomia de bateria. Em um mundo onde alguns relógios inteligentes precisam ser recarregados todos os dias, contar com um wearable que pode ficar longe do carregador por até três semanas é um argumento muito forte para vários usuários.

Mesmo assim, algumas pessoas podem enfrentar problemas com a bateria da Mi Band, pois ela pode avisar que está precisando ser recarregada “do nada”, de forma repentina. Algo que normalmente acontece quando realizamos determinadas atividades esportivas.

Nesse post, vamos deixar algumas dicas sobre como podemos prolongar a autonomia de bateria da Xiaomi Mi Band. São dicas simples, que qualquer pessoa pode adotar, independente do nível de habilidade com o dispositivo.

 

 

 

Mantenha a tela apagada

 

 

Mesmo contando com uma diminuta e excelente tela OLED nos últimos modelos, até mesmo a tela da Mi Band é um dos elementos que mais consomem bateria no dispositivo, tal e como acontece em outros produtos de tecnologia. Por isso, manter a tela apagada é uma forma eficiente de economizar a energia da bateria do dispositivo.

Também vale a pena desativar o recurso “Levantar para ativar”, que ativa a tela da Mi Band quando elevamos o braço para ver as horas. Seus sensores podem detectar qualquer tipo de movimento e ativar a tela de forma involuntária. Por fim, reduza o brilho da tela ao máximo possível.

 

 

 

Desligue o sistema de vibração

 

 

O sistema de vibração serve para notificar sobre eventos, mensagens ou atividades recebidas pelo smartphone. Pode ser útil quando você está em uma reunião, mas no dia a dia, só serve para gastar bateria da pulseira. Ajuste a Mi Band para utilizar essa funcionalidade apenas quando ela realmente for útil.

 

 

 

Limite os ajustes de saúde

 

 

Se você entende que não precisa do controle de pulsações ativo o tempo todo, vale a pena desligar esse recurso. O sistema de monitorização da Mi Band é muito eficiente, mas é outro vilão no consumo de bateria. Também é uma boa opção desativar a detecção automática de esportes, já que pode ser melhor ativar a rotina manualmente na hora que você iniciar o exercício em questão.

 

 

 

Deixe a pulseira descansar quando você não precisa dela

 

 

Eu sei que a tendência é usar a Mi Band o tempo todo, independente do fato de realizar um exercício físico ou não. Mas se você vai ficar muito tempo inativo, trabalhando na frente do computador ou descansando, você não precisa usar a pulseira. Afinal de contas, ela vai monitorar o que?

Logo, deixe a Mi Band descansando quando você está descansando. É justo dar um tempo para uma pulseira inteligente que faz tantas coisas por você.


Compartilhe