Como evitar o estresse e o cansaço nas chamadas de vídeo

Compartilhe

“São apenas alguns meses”, eles disseram. Pois é… estamos em março de 2021, e muitos de nós já sabemos que vamos ter que viver de chamadas de vídeo, trabalho remoto e ensino à distância até o final do ano atual. Com alguma sorte, o novo normal com algumas atividades presenciais de forma plena só deve se estabelecer em 2022.

Eu sei. Está todo mundo cansado. Eu também estou mentalmente cansado, e nem preciso fazer tantas chamadas de vídeo por conta do meu trabalho. Mas quero ajudar de alguma forma a aqueles que estão no limite do estresse com a rotina diária das chamadas de vídeo.

 

 

 

Chamadas de vídeo ajudam muito, mas cansam

 

O recurso das chamadas de vídeo chegou para resolver o problema de empresas, estudantes e usuários domésticos em tempos de distanciamento social. Sem ele, diversas atividades seriam impossíveis de serem executadas.

Por outro lado, o longo tempo que passamos realizando essa prática das chamadas de vídeo resultou em um cansaço que antes não existia, já que a maioria das pessoas não se preocupava com esse mecanismo de interação.

Afinal de contas, todo mundo se encontrava com todo mundo ou no máximo trocavam áudio pelo WhatsApp. Agora, é necessário criar a interação visual através do smartphone e do computador, e por mais que muitas pessoas ainda gostem disso, a grande maioria está simplesmente no limite de suas forças físicas e mentais.

Eu não estou exagerando: câimbras, dores de cabeça e até casos de depressão foram diagnosticados em muitas pessoas desde março de 2020, e uma das fontes para esses problemas foi a mecânica das chamadas de vídeo.

Por isso, vale a pena passar algumas dicas para ajudar na sua saúde mental, antes que o seu notebook ou smartphone voem pela janela do seu apartamento.

Eu quase fiz isso (confesso).

 

 

 

Dicas para reduzir o mal estar nas chamadas de vídeo

 

Se você se cansou das chamadas de vídeo, saiba que você não está sozinho. A chamada “fadiga pelo Zoom” existe, e é diagnosticada por vários médicos e psicólogos ao redor do mundo.

O Zoom foi usado para definir o termo dessa síndrome, mas apenas porque esta é a plataforma mais popular neste momento dentro do segmento. Esses problemas podem ser aplicados a todos os principais aplicativos de chamadas de vídeo disponíveis no mercado.

Fatores como uma conexão de internet ruim ou uma baixa qualidade de imagem e som podem fazer com que uma chamada de vídeo seja uma experiência muito mais traumática do que conversar com a outra pessoa pelo telefone. Sem falar na irritante situação de falta de organização na conversa, onde todo mundo fica falando ao mesmo tempo.

Outro fator que pode causar angústia para algumas pessoas é que o contato visual é importante, mas a maioria das pessoas acaba olhando para a tela do dispositivo, e não para a câmera. E muitas pessoas acabam se estressando quando acabam falando com um grande grupo de pessoas em uma mesma conversa online.

Basicamente, o estresse de conversar “em público” durante uma chamada de vídeo pode esgotar qualquer indivíduo. Por isso, vale a pena seguir os quatro truques abaixo para deixar a sua vida um pouco mais tranquila durante esse tipo de interação.

 

 

 

Oculte a sua imagem na tela

 

Para evitar a distração em ver o seu próprio rosto dentro do mosaico da conversa, oculte a sua imagem na tela e veja apenas os demais. Você não tem ideia do quanto é estressante ficar alerta o tempo todo para saber se a sua imagem está aparecendo de forma adequada na tela.

 

 

 

Se distancie da câmera

 

Ficar se movimentando o tempo todo para ficar enquadrado na câmera é outro comportamento estressante para os usuários. Então, não fique muito próximo da câmera, pois dessa forma você terá um espaço maior de movimentação sem sair do quadro. E se movimentar durante as chamadas de vídeo vai ativar melhor os seus neurônios. E use sempre que possível teclado, mouse e fones de ouvido sem fio para garantir essa liberdade de movimento.

 

 

 

Quando possível, desligue a câmera e se concentre apenas no áudio

 

Isso vai transformar a sua chamada de vídeo em uma chamada de áudio, dispensando a necessidade de ter uma boa postura e ficar sorrindo o tempo todo. É uma ótima forma de relaxar durante uma conversa online.

 

 

 

Todos os participantes precisam usar fones de ouvido

 

Isso evita que o som da conversa não sofra de interferências com o microfone do computador. O ideal é que todos os envolvidos na conversa contem com o mesmo tipo de equipamento e bom senso, deixando cada um falar na sua vez, e não todos ao mesmo tempo.

 

 

Via IFLScience, apaopen


Compartilhe