Como evitar o “efeito barril” nas selfies

Compartilhe

Todo mundo tira selfies com o smartphone nos dias de hoje, e ninguém quer uma selfie ruim. E um dos principais problemas que podem aparecer nesse tipo de foto é uma certa distorção na imagem final.

Nem sempre isso acontece por falta de habilidade do usuário. Até porque tirar uma boa foto selfie é algo bem fácil de fazer (na teoria). Em alguns casos, alguns efeitos de software ou lentes que trabalham com o processador de forma equivocada podem deformar as imagens.

Neste post, vamos apresentar algumas possíveis soluções para este problema.

 

 

 

O “efeito barril” das selfies

 

 

Não é algo tão incomum de acontecer.

O “efeito barril” aparece quando registramos uma selfie com o rosto muito próximo do smartphone. O seu rosto vai aparecer mais deformado do que já é.

Esse efeito também aparece quando registramos imagens com a lente grande angular da câmera traseira, onde as pessoas que aparecem na imagem aparecem mais estiradas ou largas. Isso acontece por causa da distorção natural da lente.

Por isso que aparecemos mais gordos do que já somos nas selfies, ou ainda mais feios do que já somos. Para evitar espantar outras pessoas, vamos deixar alguns conselhos e correções de ferramentas nativas que podem limitar o “efeito barril”.

 

 

 

Verifique se o seu smartphone possui uma função que corrige a distorção

Vários fabricantes oferecem recursos que podem corrigir o “efeito barril” nas fotos. Se essa função estiver disponível no seu telefone, o software vai estreitar as zonas deformadas pela ação da lente.

É algo que os algoritmos do software de câmera do seu dispositivo vão calcular e corrigir para você, evitando uma perda de algumas horas no uso do Photoshop, por exemplo.

Consulte o manual técnico do fabricante do seu smartphone para descobrir se o recurso está disponível no seu modelo.

 

 

 

Se o seu smartphone não resolve o problema, tente isso

 

 

Se você não tem o modo de correção de imagem no seu smartphone, você pode tentar outras soluções.

Uma delas é distanciar a câmera do seu smartphone do seu rosto, centralizando a sua face na cena e evitando as bordas. Essa é a melhor forma para evitar o “efeito barril” nas selfies, mas pode ser um problema para os usuários com braços curtos.

Outra alternativa é usar o famigerado pau de selfie. E se o seu smartphone possui uma câmera frontal com duas lentes, use a ultra grande angular para registrar suas selfies, pois isso também evita a distorção das imagens.

Em resumo: deixe o seu rosto o mais distante possível da câmera frontal para obter a melhor selfie possível.


Compartilhe