Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Como eu sei que posso instalar um eSIM no meu smartphone?

Como eu sei que posso instalar um eSIM no meu smartphone?

Compartilhe

A tecnologia eSIM está em ascensão, se tornando cada vez mais popular nos smartphones e tablets (ainda mais agora, que a Apple exige que os novos iPad Air e iPad Pro de 2024 aposentaram o SIM Card).

O eSIM permite a instalação de chips virtuais em smartphones e tablets para maior comodidade e flexibilidade. No lugar de ir até a operadora para comprar um pedaço de plástico, você entra na internet e pede o chip virtual ou a portabilidade com poucos cliques.

Muitos usuários estão na dúvida se o atual smartphone é ou não compatível com o eSIM. E neste guia completo e atualizado (2024), você vai descobrir isso de forma bem simples.

 

Verifique na caixa, guia do telefone ou site da marca

Antes de tomar qualquer decisão que envolva um investimento financeiro em um novo smartphone, vale a pena consultar primeiro na documentação do modelo que você já tem a eventual compatibilidade.

A caixa do seu smartphone pode conter informações sobre a compatibilidade com o eSIM, tanto na parte externa quanto no manual do usuário, que sempre possui informações detalhadas sobre os recursos do dispositivo.

Outra opção é acessar o site oficial da marca do seu celular e busque informações específicas sobre o modelo, incluindo a compatibilidade com eSIM.

 

Identifique o modelo do seu celular

Acesse as configurações do seu celular e navegue até a seção “Sobre o telefone” ou “Informações do dispositivo”. Lá, você encontrará o modelo exato do seu aparelho.

Alguns aplicativos de fabricantes de smartphones exibem informações detalhadas do dispositivo, incluindo a compatibilidade com eSIM.

Muito provavelmente nesse ponto você já tem o suficiente para descobrir se essa compatibilidade existe. Mas se isso não acontece, vá para o próximo passo.

 

Explore as configurações do seu celular

Diversos smartphones possuem um menu dedicado ao eSIM nas configurações. Esse é o passo mais preciso para identificar a presença do recurso no seu telefone.

Em alguns casos, a opção de eSIM pode estar oculta em menus avançados de configurações. Utilize a busca integrada com o termo “eSIM” para localizar o recurso.

 

Verifique se o seu celular possui o EID

Existe a remota possibilidade do seu telefone contar com o eSIM, mas não ter a interface Android devidamente atualizada para exibir essa funcionalidade.

Para descobrir se é este o caso, você precisa digitar o código *#06# na tela de chamada do smartphone. Se o EID (identificador eletrônico do eSIM) for exibido, seu aparelho é compatível com a tecnologia.

Em alguns modelos, o EID pode ser encontrado nas informações detalhadas do dispositivo, na seção “Sobre o telefone”. Ou até mesmo no modo de desenvolvedor do telefone em modelos específicos.

 

Faça as suas pesquisas na internet

Outros locais onde você pode encontrar essa informação sobre a presença ou compatibilidade do dispositivo ou operadora com o eSIM.

Primeiro, consulte o site da sua operadora para obter uma lista atualizada de smartphones compatíveis com eSIM. Depois, acesse sites e blogs especializados em tecnologia que publicam listas com modelos de smartphones compatíveis com o recurso.

Por fim, acesse o site da marca do seu telefone para verificar se o seu modelo possui a compatibilidade com o recurso.

 

Considerações importantes

Ao ativar o eSIM, o SIM físico (se presente) pode ser desativado. Não é uma regra, mas pode acontecer em alguns modelos de smartphones ou operadoras

Então, antes de fazer a mudança de forma definitiva, verifique qual SIM você utiliza com mais frequência antes de ativar a eSIM.

Lembrando sempre que a ativação do eSIM é reversível. Você pode alternar entre ele e o SIM físico a qualquer momento. Mas o normal é que o telefone permita o uso de pelo menos um dos chips SIM junto com o cartão virtual.

Diversas operadoras oferecem planos eSIM. Pesquise e compare opções para encontrar a melhor solução para suas necessidades. E tenha em mente que a migração ou a portabilidade da operadora é, em teoria, simplificada no chip virtual, pois tudo pode ser feito por você mesmo pela internet, através do conforto de sua casa ou escritório.


Compartilhe