Como eliminar uma atualização problemática do Windows 10

Compartilhe

Virou regra.

Mais uma atualização do Windows 10 está oferecendo problemas para usuários de todo o mundo. Apesar das promessas da Microsoft e das melhorias apresentadas no Windows 10 1909, as atualizações continuam a ser um exercício de alto risco, de modo que é aconselhável adiá-las até que seja possível comprovar a sua estabilidade, mesmo no caso das atualizações de segurança.

A última atualização desastrosa do Windows 10 é a KB4524244, publicada em 11 de fevereiro. Ela provocou diversas falhas nos equipamentos onde foi instalada, e a pior parte nesse update era a perda da função de recuperação do PC e outras falhas que impediam a inicialização dos equipamentos.

Várias foram as versões do Windows 10 afetadas (inclusive aquelas sem suporte oficial), indo do Windows 10 1607 até a Windows 10 1909, esta última lançada em novembro de 2019.

Não sabemos o número de equipamentos afetados, mas deve ser um número alto a ponto da Microsoft suspender a distribuição do update, e não deve ser liberada novamente no Windows Update, Windows Server Update Services (WSUS) ou no catálogo do Microsoft Update. Essa atualização não afeta as outras, incluindo a atualização cumulativa mensal e outros updates de segurança.

 

 

 

Como desinstalar uma atualização problemática do Windows 10

 

Se você está entre os usuários afetados, ou se no futuro você ser vítima dessa situação (algo que não é incomum, levando em consideração que estamos falando do Windows 10), é importante lembrar que o sistema operacional pode eliminar atualizações instaladas, e existem várias formas para fazer isso.

A partir das Configurações ou do Painel de Controle do Windows 10:

1) Acesse a ferramenta de Configuração a partir do menu Iniciar
2) Vá até Atualizações e Segurança > Windows Update > Ver histórico de atualizações.
3) Clique em “desinstalar as atualizações”, marque a atualização afetada (KB4524244) e realize o processo de eliminação.

 

Você também pode fazer de forma direta no Painel de Controle > Programas e Características > Atualizações Instaladas.

Se você sabe trabalhar com o console (ou prompt de comando) do Windows, é possível eliminar a atualização do Windows 10 de forma ainda mais direta, com a linha de comando “wusa /uninstall /kb:KB4524244” (sem as aspas). É possível utilizar modificadores com /quiet (modo silenciosos, sem a intervenção do usuário) ou /forcerestart (para fechar aplicativos e realizar a reinicialização do sistema).

Nos dois casos, você precisa reiniciar o sistema para que as mudanças surtam efeito. Da mesma forma, você pode desinstalar outras atualizações problemáticas.

E como forma para prevenir tais erros, você pode pausar as atualizações, o que é uma ótima forma de adiá-las até que sua estabilidade fique comprovada.


Compartilhe