vírus

Os vírus podem afetar qualquer sistema operacional, inclusive nos smartphones. Hoje, o WhatsApp é uma das vias mais simples para uma ameaça chegar ao nosso dispositivo móvel.

Se você notar um comportamento estranho no seu smartphone, é possível que um vírus habite em seu interior. Nesse post, oferecemos algumas dicas que podem ajudar a remover a ameaça do seu telefone.

 

 

No Android

 

Os smartphones com sistema operacional Android são muito mais suscetíveis aos vírus que o iPhone, já que o iOS é muito mais blindado.

Mas vamos mencionar os passos para remover a ameaça no sistema operacional móvel da Google:

Reiniciar em modo de segurança e desinstalar: este é o primeiro passo, caso você perceba um comportamento anormal do dispositivo.

Com o smartphone ligado e com a tela desbloqueada, pressione o botão del liga/desliga/bloqueio deixe pressionada até aparecer uma janela flutuante para desligar, reiniciar ou modo avião. Mantenha pressionado o botão, até que aparece uma segunda janela, e é aqui que escolhemos o item “reiniciar o smartphone em modo seguro”.

Aceite essa opção, e o smartphone vai reiniciar em modo seguro.

A seguir, vá em Ajustes > Aplicativos, para exibir os apps baixados. Nessa lista, procure por algum app com nome estranho ou que você não se lembra de ter instalado, e elimine tudo o que parecer suspeito.

Por fim, saia do modo seguro, reiniciando o dispositivo. Verifique se o sistema operacional funciona normalmente, e se o seu comportamento se normalizou. Se sim, o malware foi removido do smartphone.

 

 

No iOS

 

Para solucionar o problema no iPhone, é preciso eliminar pouco a pouco os últimos aplicativos instalados do dispositivo.

Restaurar o iPhone: se depois de eliminar todos os softwares considerados suspeitos o smartphone seguir com erros, o melhor é cortar o mal pela raiz, restaurando completamente o dispositivo.

Para isso, vá em Ajustes > Geral > Restauração > Restaurar conteúdo e ajustes.

Se depois do procedimento não observarmos melhorias no funcionamento, o próximo passo é recorrer ao suporte técnico da Apple em uma Apple Store.

 

 

Melhor prevenir do que remediar

 

A melhor maneira de evitar um problema como esse é ser precavido. O ideal é manter o software atualizado o tempo todo, corrigindo as vulnerabilidades que permitem o acesso aos vírus.

Instalar um antivírus no smartphone não é um exagero, principalmente se nossos filhos ou crianças usam o dispositivo e entram em páginas pouco seguras ou aceitar links contaminados.