Compartilhe

O WhatsApp é utilizado no mundo todo, e é um dos aplicativos mais populares da atualidade. Logo, era uma questão de tempo até que alguém criasse um vírus específico para este aplicativo. Na verdade, já existem vários vírus para o app de mensagens, e não estamos completamente certos ou seguros de o serviço realmente oferece uma privacidade total.

Falar de vírus não é uma tarefa fácil, mas em linhas gerais, nesse caso, é um malware que tenta tirar proveito de suas informações de alguma forma.

Alguns sequestram o equipamento para um desbloqueio através de um resgate em dinheiro. Outros acessam os seus dados pessoais e senhas para se apropriar de sua identidade, contas bancárias, dados de amigos e familiares, entre outros.

 

 

Prudência e senso comum são as melhores armas

 

 

Na maioria dos casos, você pode evitar esse tipo de infecção simplesmente ignorando determinados links que chegam de números misteriosos ou de pessoas que não estão na sua lista de contatos. Nunca acesse esses links.

Mas se você acidentalmente clicou em um link desconhecido e já tem um vírus infectando o seu equipamento, ainda é possível tomar alguma atitude. A primeira coisa que você deve fazer e constatar se realmente você tem um vírus, e se ele está abrindo outras portas do seu smartphone. Alguns indícios que podem denunciar essa situação é se a sua bateria ou os seus dados móveis estão se esgotando rapidamente.

Nesse caso, o que você pode fazer é instalar um antivírus a partir da loja oficial de aplicativos do seu sistema operacional. Uma vez feito isso, elimine os app que podem vir a ser um vírus ou malware disfarçado. Ou seja, se o vírus está no WhatsApp, elimine esse aplicativo, rode o antivírus e depois volte a instalar o app.

Se nem assim você conseguir eliminar o vírus, não resta outra alternativa a não ser reiniciar o equipamento por completo, deixando o mesmo no status de configuração de fábrica. É recomendado fazer um backup dos seus dados mais importantes antes de realizar o procedimento.


Compartilhe