Como eliminar o histórico de arquivos recentes no Windows 10

Compartilhe

O Windows 10 está sempre melhorando para que, dessa forma, a experiência do usuário seja sempre melhor. Porém, alguns recursos específicos não caem no gosto de muitos usuários. Como é o caso do Acesso Rápido, localizado do lado esquerdo do Explorador de Arquivos do sistema operacional.

É o primeiro item que aparece na interface do Windows Explorer, apresentando as pastas mais utilizadas e os arquivos utilizados de forma mais recente. Isso para mim é bem útil, mas pode não ser para você, já que pode deixar exposto para outras pessoas arquivos comprometedores que você abre com frequência.

A boa notícia é que dá para apagar esse histórico de arquivos recentes e também desativar o registro de atividades do Explorador de Arquivos no Windows 10. E você vai aprender a ter a sua privacidade de volta nesse post.

 

 

 

Como apagar o histórico de arquivos recentes no Windows 10

 

O processo é bem simples.

Abra o Windows Explorer e clique em Arquivo, no canto superior esquerdo. No menu que vai aparecer, selecione “Alterar opções de pasta e busca”. Então, acesse o item Opções de Pasta e, depois, clique na aba Geral.

Na parte inferior da tela, vá em Privacidade. Nela, tem um botão onde você pode apagar todo o histórico do Windows Explorer. Clique nele e, uma vez que o processo de exclusão de arquivos está concluído, clique em Aceitar.

Quando você voltar ao Windows Explorer do Windows 10, você vai constatar que a seção Arquivos Recentes está vazia, eliminando assim a lista de constrangimentos para as pessoas que vão tentar resolver aquele seu problema de impressão de relatório que precisa ser entregue no escritório na próxima segunda-feira.

 

Muito bem, você acabou de apagar o histórico recente de atividades no Explorador de Arquivos. Porém, o Windows 10 vai seguir registrando o acesso aos arquivos, e vai voltar a mostrar essas informações no Acesso Rápido. Mas você pode impedir que isso aconteça com relativa facilidade.

Para isso, entre novamente nas Opções de pasta, e acesse o item Privacidade. Aqui, você precisa desmarcar duas opções:

– Mostrar os arquivos usados recentemente no Acesso Rápido
– Mostrar as pastas usadas com frequência no Acesso Rápido

 

Desmarcando estas duas opções, clique em Aceitar para confirmar as mudanças, e pronto. Dessa forma, não vai aparecer no Acesso Rápido nem os arquivos e nem as pastas recentes.

Vale a pena observar que o item Acesso Rápido não ficará totalmente vazio no seu Windows Explorer. Nela, vão aparecer algumas pastas de sistema associadas ao funcionamento do Windows 10, como Desktop, Downloads ou Imagens. E essas não são consideradas pastas recentes.

E é isso. Uma forma simples para você garantir uma maior privacidade no Windows 10.


Compartilhe