Falta pouco para a Black Friday 2018, e o TargetHD.net mais uma vez faz aquele post com as diversas dicas que você pode adotar (ou não) para realizar os melhores negócios dentro do período de maior volume de vendas do ano.

 

Faça uma lista de desejos e siga essa lista

É fundamental elaborar uma lista de tudo o que você quer comprar. Vários e-commerces oferecem listas de desejos para que você possa controlar o que você quer e os preços mais competitivos. Mas você pode utilizar aplicativos e extensões de navegadores que cumprem esse papel de forma mais personalizada.

Verifique o histórico de preços

Uma das grandes polêmicas da Black Friday, Cyber Monday ou períodos de promoções similares é a evolução dos preços. É normal que muitos pensem que alguns valores simplesmente disparam de forma deliberada dias antes das grandes promoções.

A lista de desejos do item anterior ajuda na hora de identificar essa flutuação de preços, mas alguns sites ajudam na hora de identificar tal comportamento. Aqui, recomendamos o Zoom e o Buscapé, que ao longo do ano comparam os preços de diversos produtos nos e-commerces nacionais.

Compare preços online e offline

Além de identificar a evolução dos preços, é fundamental saber onde um produto é mais barato. Certifique-se que aquele item que parece oferecer um preço bem competitivo não custa menos nas lojas físicas. Nesse aspecto, o Google Shopping é uma ferramenta potente, mesmo não contabilizando os custos de envio no comparativo.

Custos de envio, garantia, devoluções…

O preço é importante, mas saber se você não vai ter dores de cabeça no pós venda é algo muito importante. Verifique os custos de envio antes de finalizar a compra, e procure identificar a política da loja para devoluções. Se puder, adquira a garantia adicional que normalmente alguns e-commerces oferecem, pois dependendo do produto que você vai comprar, este é um investimento a ser considerado.

No caso das compras em sites internacionais, certifique-se que o item a ser adquirido vai chegar antes do Natal, e as possíveis aduanas que você terá que pagar por trazer o produto de outro país. E procure declarar o valor real do produto para não ter problemas quando o mesmo chegar ao Brasil.

Economize tempo: faça o cadastro e o donload do app da loja antes

Mesmo com tantas lojas que permitem a compra como convidado, faça o registro prévio no máximo de e-commerces que puder, e instale todos os aplicativos na loja que considerar necessários. O registro dos dados pessoais pode resultar em uma maior agilidade e praticidade na hora da compra.

O registro prévio também permite que você receba em seu e-mail eventuais promoções prévias, o que também resulta em ganho de tempo na hora de aproveitar algumas promoções ou descontos. Assim, você tem mais chances de adquirir aquele produto que você quer antes dos estoques chegarem ao fim.

Conhecimento é poder: grupos de discussão, newsletter, Telegram…

Promoções de itens que não são lançamentos são muito atraentes. E para descobrir tais promoções, vale a pena se inscrever em determinados canais específicos, como newsletter, grupos de discussão na internet, canais do Telegram e outras fontes relevantes.

Uma comunidade ativa e ávida por preços mais competitivos está em funcionamento o ano inteiro. Mas é nessa época do ano que os monstros ganham força, e todo mundo acaba compartilhando as promoções que encontra pelo caminho. É a economia colaborativa e solidária.

Busque cupons de desconto

Não só veremos ofertas na Black Friday, mas também veremos cupons de desconto que deixam os preços ainda mais atraentes. Alguns e-commerces oferecem ofertas já com os códigos de desconto. Já outros publicam nas redes sociais. Você também pode procurar no Google “cupom + loja + data” para encontrar os cupons vigentes.

Se você não chegou a tempo, use listas de espera

Os estoques são limitados, e você pode perder a promoção daquele produto que você tanto queria. Nesse caso, é melhor entrar em uma lista de espera. Você tem um limite de tempo para concluir a compra de um carrinho. Após esse prazo, o item volta a ficar disponível, e os inscritos na fila de espera recebem o aviso primeiro.

Crie uma conta no PayPal

Se você não compra com frequência na internet, evite desgostos ao pagar em compras online com uma conta no PayPal. E não deixe para criar a conta na última hora: faça o cadastro prévio para que o serviço possa verificar os seus dados pessoais e bancários. E essa é a principal vantagem dessa ferramenta: evitar a digitação direta de seus dados bancários, atuando como intermediário entre o seu dinheiro e o e-commerce.

Uma boa reputação é importante

Nem todos os e-commerces permitem o pagamento via PayPal. A Amazon, por exemplo, não permite. Por isso, a reputação de uma loja é fundamental para não ter problemas.

Antes de realizar a compra, faça uma busca no Google e em fóruns de discussão para encontrar informações sobre como foi o processo de compra de outros usuários. Leia com atenção a política de vendas e localize os seus dados de contato e se conta com uma loja física.