Como descobrir se um vídeo é falso no teste dos deepfakes | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Como descobrir se um vídeo é falso no teste dos deepfakes | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Tecnologia | Como descobrir se um vídeo é falso no teste dos deepfakes

Como descobrir se um vídeo é falso no teste dos deepfakes

Compartilhe

Os chamados “deepfakes” são o novo padrão na criação de conteúdo falso na Internet. Deixou para trás as imagens “photoshopadas”, os sites de “phishing” e os sites, contas e usuários especializados nas “fake news”. E a era dos deepfakes só está começando.

Modificar um vídeo é difícil, como qualquer grande produtor de Hollywood pode confirmar. Se o vídeo for gravado a 24 quadros por segundo (por exemplo), isso significa modificar milhares de imagens apenas para um vídeo curto E cada um dos quadros modificados tem que se encaixar bem com os demais, ou notaremos claramente a diferença.

 

 

Os deepfakes estão cada vez mais surpreendentes

 

 

É aqui que os deepfakes e a Inteligência Artificial entram. Usando o machine learning, esses sistemas são capazes de analisar dois vídeos e transplantar o rosto e os movimentos de uma pessoa para o corpo de outra.

Isto é alcançado através da análise de vídeos da pessoa, incluindo pequenos detalhes de como o rosto se move, como os tiques nervosos. Então, ele é capaz de aplicar esses movimentos característicos à face da pessoa no vídeo que queremos modificar. Os mais recentes avanços conseguem imitar a rotação da cabeça em três dimensões.

Dessa forma, é possível fazer alguém aparecer em um vídeo que nunca apareceu. Ou podemos fazê-lo dizer coisas que nunca disse, em combinação com outras tecnologias já em desenvolvimento que permitem copiar a voz. O potencial dos deepfakes é enorme, e parece que a imprensa e o público em geral não estão totalmente preparados para essa revolução.

O grande receio é que essa tecnologia seja usada para espalhar notícias falsas e até incriminatórias. Mas algumas pessoas não enxergam isso como um problema tão grande, especialmente porque eles não precisam de vídeos para convencer uma boa parte da população de que algo é falso. Os últimos anos de “fake news” mostraram isso.

 

 

O teste de deepfakes: uma IA pode enganar seus olhos?

 

 

Ainda assim, vale a pena pensar se estamos preparados para tal mudança. No último relatório da CNN sobre deepfakes, podemos ter uma ideia sobre isso. Com a ajuda da Universidade de Stanford, da Universidade de Washington e outros centros de pesquisa, eles criaram um teste para ver se podemos ver a diferença entre um vídeo real e outro criado com deepfakes.

Basta clicar no vídeo que achamos que foi manipulado. Existem apenas quatro pares de vídeos, mas eles podem ser usados ​​para nos dar uma ideia do nível que essas modificações alcançaram.

 

 

 

Via The Conversation


Compartilhe