Compartilhe

A informática avança de forma frenética. Logo, o PC que você montou em 2014 para xingar o Felipão depois do 7 a 1 (never forget) provavelmente foi afetado por esse ritmo de evolução. Os desktops e notebooks de hoje são muito mais potentes do que aqueles fabricados há cinco anos.

Mas nem tudo está perdido. Pelo contrário: muito do que você já investiu em um desktop pode ser recuperado. Nesse post, deixamos as recomendações sobre em quais áreas você pode investir para “ressuscitar” (ou melhor, dar uma sobrevida) ao seu PC antigo, adaptando o computador aos novos tempos.

O investimento não precisa ser elevado, e o impacto desses componentes (e alguns outros procedimentos adicionais para um uso ainda melhor do equipamento) podem marcar um novo ponto de inflexão em sua experiência com o seu computador de mesa.

 

 

1. A RAM como o alimento da multitarefa

 

 

Não basta aumentar a quantidade de memória. É preciso prestar atenção no padrão (sair do DDR3 para o DDR4 faz uma diferença enorme) e na frequência (quanto mais alta, melhor o seu computador vai trabalhar). Para quem pensa em jogos e consumo de conteúdo multimídia, ter a RAM atualizada ajuda e muito em uma maior fluidez gráfica e, por tabela, um desempenho otimizado.

 

 

2. Unidades SSD operam verdadeiros milagres

 

 

Dica recorrente e já mencionada em vários posts do blog. Substituir o seu HD mecânico por um SSD vai melhorar (e muito) o desempenho geral do seu computador. Deixar todo o sistema operacional e os principais programas instalados no disco de armazenamento sólido, e deixar os seus arquivos e softwares menos relevantes no HD pode ser a combinação perfeita para quem precisa de mais performance, mas não abre mão de elevado armazenamento.

 

 

3. Se você quer jogar, precisa de uma GPU decente

 

 

Não dá para tapar o sol com a peneira. Quem prioriza os jogos, mesmo em um computador de 2014, precisa ter uma placa gráfica dedicada. Não dá para ser feliz com as placas integradas, que fazem o básico. Se você pesquisar, vai encontrar boas GPUs com preços competitivos (ainda mais agora, que os preços estão caindo).

 

 

4. Monitor (e teclado, e mouse)

 

 

Pois bem, já que você está atualizando boa parte do PC, vale muito a pena investir também em um monitor com frequência de Hz maior e uma resolução melhor. Aproveite a oportunidade, e adquira um kit de teclado + mouse novo e atualizado, onde certamente você vai obter uma melhor performance para os jogos.

 

 

BÔNUS: faça uma bela limpeza no seu PC

 

 

Não adianta nada você colocar peças novas no equipamento se, por dentro, ele continuar abandonado e cheio de poeira. Já que você vai atualizar o computador, dedique um bom tempo em desmontá-lo por completo para realizar aquela limpeza bem detalhada. Isso também ajuda a melhorar o seu desempenho como um todo.

 

Olhando com atenção para esses quatro itens, você pode ter o seu velho computador funcionando como novo, com um investimento bem menor do que adquirir um PC novo para chamar de seu. Espero ter ajudado com essas quatro dicas que eu considero essenciais.


Compartilhe