Compartilhe

O tema dos direitos autorais se expandiu no YouTube e pela internet como um todo. Mas no YouTube isso é mais sério. Basta subir um vídeo onde se ouve no fundo uma canção popular, e pronto: você perde a sua monetização. Logo, a melhor opção para esse cenário é contar com músicas sem copyright.

Alguns sites oferecem música sem direitos de autor, e nesse post apresentamos algumas das opções mais populares com essa característica. Neles, basta você fazer o download do conteúdo musical para inserir como trilha de fundo para os seus vídeos e inserir nos mesmos.

Você faz o download da música e integra a mesma ao seu vídeo. Simples assim. Lembrando que, como essas canções estão livres de copyright, você pode utilizá-las em vídeos e outros formatos de mídia (incluindo podcasts) com fins comerciais, e você não terá problemas no futuro.

A não ser que o proprietário da música modifique a licença da música. Aí, você naturalmente terá que pagar pelo seu uso.

Lista de sites a seguir.

 

 

ccMixter

Permite o download dispensando a criação de uma conta de usuário. Possui um buscador simples em uma plataforma igualmente simples.

Acesse | ccMixter

 

 

Moby Gratis

Uma das plataformas mais conhecidas pertence ao famoso músico norte-americano do segmento de música eletrônica. Ele até fornece a canção para uso sem copyright, mas o vídeo onde a música está tocando não pode ser monetizado. O site deixa claro qual é o uso que você deve dar com essas músicas.

Acesse | Moby Gratis

 

 

Museopen

Oferece todo o tipo de conteúdo artístico, com muitos buscadores diferentes, mas também dispensa a criação de uma conta de usuário.

Acesse | Museopen

 

 

Free Music Archive

Outra plataforma muito popular, onde estão selecionadas as suas canções pela estação de rádio WFMU, totalmente livre de direitos e dispensando a criação de uma conta de usuário para o seu acesso.

Acesse | Free Music Archive

 

 

Incompetech

Não é tão fácil de se usar, nem é o mais atraente, mas conta com muita música e efeitos criados por Kevin MacLeod. Vale a pena ao menos tentar.

Acesse | Incompetech


Compartilhe