Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Como agendar a economia no consumo de bateria do smartphone com o Android 13

Como agendar a economia no consumo de bateria do smartphone com o Android 13

Compartilhe

A bateria dos smartphones é sempre um motivo de preocupação para os usuários. Todos querem evitar ficar com o telefone sem energia no final do dia, e qualquer dica neste sentido deve ser considerada.

Alguns métodos para economizar bateria no seu smartphone podem gerar consequências no funcionamento perfeito do dispositivo, como por exemplo a impossibilidade de usar determinados aplicativos ou sacrificar o desempenho para manter o telefone funcionando até o final do dia.

Um dos truques de maior destaque entre os usuários está diretamente relacionado com um novo recurso do Android 13, que ainda é desconhecido para a maioria dos usuários. Mas como você está acessando este conteúdo, vai ficar sabendo que truque é esse a partir de agora.

 

Como obter uma economia extrema de bateria com o Android 13

Alguns ajustes disponíveis no Android 13 podem ajudar na missão em manter o telefone funcionando por mais tempo. E uma das funções que os usuários que precisam estender a autonomia de bateria do smartphone com essa versão do Android é o chamado “modo de economia extrema de bateria”.

Essa função consegue ir um passo além do modo de economia de bateria tradicional, já que pode entregar até 10 horas a mais de funcionamento para o seu telefone.

E a melhor parte é que você pode configurar o recurso de forma bem simples no seu smartphone. Basta seguir os passos abaixo:

  1. Abra as configurações do seu smartphone.
  2. Vá para a seção “Bateria” e acesse seu interior.
  3. Selecione a seção “Economia de bateria”.
  4. Vá em “Quando deve ser usado” e configure esta função ao seu gosto.

É sempre importante lembrar aos usuários mais desavisados que esse recurso vai impedir que você utilize normalmente praticamente todos os demais aplicativos que estão instalados no dispositivo.

Logo, programar um horário para que o modo de economia de bateria extrema é algo importante, para evitar que a funcionalidade seja ativada em um momento onde você ainda está utilizando o dispositivo para trabalhar, jogar, ver filmes ou qualquer outra tarefa minimamente relevante.

As grandes exceções desse modo de economia extrema de baterão são os aplicativos Telefone, Mensagens, Google Play, Câmera e Relógio. Você pode adicionar outros aplicativos manualmente que precisam permanecer em funcionamento, incluindo os itens na categoria “Aplicativos Essenciais”, mas isso pode resultar em um maior consumo energético.

Você também pode programar o modo de economia extrema de bateria com base na sua rotina de uso no smartphone ou em função da porcentagem de energia restante no telefone, e essa segunda opção é a mais recomendada para a maioria dos usuários.

 

Outras formas de economizar bateria no smartphone

Existe uma outra forma para economizar a energia disponível na bateria do seu telefone, que é através da restrição de atividades em segundo plano pelos aplicativos.

Alguns apps instalados no seu telefone ou serviços do sistema operacional Android podem drenar a bateria do dispositivo de forma mais rápida, inclusive quando esses apps não são executados. Isso acontece porque esses apps continuam ativos em segundo plano.

Logo, a melhor coisa que você pode fazer para expandir a autonomia de bateria neste caso é restringindo as atividades em segundo plano no smartphone. E isso pode ser feito da seguinte maneira:

  1. Acesse as configurações do seu telefone Android.
  2. Localize e entre na seção “Aplicativos”.
  3. Selecione qualquer um dos aplicativos e abra a seção “Uso da bateria”.
  4. Desmarque a caixa “Permitir atividade em segundo plano”.

 

Conclusão

Para os usuários do Android 13, as duas dicas compartilhadas neste conteúdo podem resultar em uma drástica economia de bateria no smartphone.

Logo, procure utilizar esses recursos com consciência e sabedoria, pois as duas dicas entregam efeitos colaterais diferentes no funcionamento geral do smartphone.

De qualquer forma, os dois métodos resultam em uma maior autonomia de bateria no dispositivo, o que pode ser fundamental para os usuários que precisam manter o telefone funcionando até o final de um dia de trabalho mais intenso.


Compartilhe