Compartilhe

A tecnologia wearable para melhorar a saúde já é uma realidade na nossa sociedade. Smartbands e smartwatches se tornaram comuns e o futuro dos dispositivos portáteis não mostra sinais de desaceleração. Pilotado pela crescente demanda dos consumidores para monitorar sua própria saúde, o uso dos wearables (tecnologia vestível) mais do que triplicou nos últimos quatro anos e mais de 80% dos consumidores estão dispostos a usar a tecnologia para cuidar da saúde e do condicionamento físico. 

 

O que é tecnologia wearable?

 

Os wearables na área da saúde são dispositivos eletrônicos que os consumidores podem vestir, como pulseiras e relógios, e são projetados para coletar dados de saúde e exercício pessoal dos usuários.

 

Exemplos de wearables

 

O avanço da tecnologia e a crescente demanda dos consumidores para controlar sua própria saúde influenciaram a indústria médica e empresas de tecnologia a desenvolverem dispositivos como smartbands, smartwatches e monitores vestíveis.

 

Smartbands

 

Formato simples e original de wearable, as smartbands são pulseiras equipadas com sensores para acompanhar a atividade física e a freqüência cardíaca do usuário. As pulseiras fornecem recomendações de saúde e produtividade aos usuários, sincronizando os dados obtidos com vários aplicativos para smartphone.

 

Smartwatches

 

Antes usados ​​apenas para contar passos e horas, os relógios inteligentes agora se transformaram em ferramentas de monitoramento da saúde. A Apple lançou o aplicativo Apple Heart Study em 2017 para monitorar os ritmos cardíacos dos usuários e alertar aqueles que sofrem de fibrilação atrial. A empresa também lançou recentemente a “API do Transtorno do Movimento” para ajudar os pesquisadores a obterem novas idéias sobre a doença de Parkinson.

 

Os smartwatches permitem que os usuários realizem tarefas que normalmente executam em seus telefones – enviar mensagens, fazer ligações – enquanto oferecem alguns dos benefícios de rastreamento de exercícios e saúde das smartbands.

 

Monitores de ECG vestíveis

 

Os monitores de ECG vestíveis estão na vanguarda dos eletrônicos de consumo e o que diferencia esses monitores de alguns smartwatches é a capacidade de medir eletrocardiogramas ou ECGs.  O Move ECG, por exemplo, é capaz de medir um eletrocardiograma e enviar a leitura ao médico do usuário, além de detectar fibrilação atrial. Também é capaz de rastrear ritmo, distância e elevação, como também rastrear de maneira automática caminhadas, corridas, natação e ciclismo.

 

Monitores de pressão arterial vestíveis

 

A Omron Healthcare lançou o HeartGuide em 2019, o primeiro monitor de pressão arterial wearable. Embora possa parecer um smartwatch, o HeartGuide é um monitor oscilométrico da pressão arterial que pode medir a pressão arterial e a atividade diária, como distância percorrida e calorias queimadas.

 

O HeartGuide pode armazenar até 100 leituras na memória e todas as leituras podem ser transferidas para um aplicativo móvel correspondente, o HeartAdvisor, para revisão, comparação e otimização do tratamento. Os usuários do HeartAdvisor têm a capacidade de armazenar, rastrear e compartilhar seus dados com um médico, além de obter informações para determinar como seus hábitos pessoais afetam a pressão arterial.

 

Biossensores

 

Os biossensores são dispositivos médicos portáteis que são radicalmente diferentes dos smartbands e relógios inteligentes. O biossensor vestível da Philips é um adesivo que permite que os pacientes se movimentam enquanto coleta dados de movimento, freqüência cardíaca, freqüência respiratória e temperatura.


Compartilhe