Compartilhe

O Game Boy mudou o mundo dos videogames para sempre. Lançado em 1980, ele oferecia algo que só existia em nossos sonhos: jogar videogames em qualquer lugar.

Naquela época, já existiam videogames domésticos relativamente pequenos. Mas o Game Boy foi uma verdadeira revolução. É claro que haviam sacrifícios para isso: tela monocromática de péssima qualidade, jogos mais limitados que o NES e bateria que durava quase nada. Mas nada isso importava comparado com as horas de diversão entregues por esse console.

 

 

Monte um Game Boy com uma Raspberry Pi e esse case

 

 

O Game Boy foi o console portátil mais popular da história, e um dos consoles mais vendidos de todos os tempos. Ainda influencia as decisões da Nintendo, e é o antecessor dos jogos nos smartphones atuais.

Pode até ser que a Nintendo não venda o Game Boy, mas muitos projetos recuperam o console de alguma forma. Uma das alternativas é você mesmo construir o seu Game Boy, com a ajuda de uma Raspberry Pi. A GPi Case se aproxima muito da carcaça clássica do Game Boy, e é uma boa alternativa para os geeks nostálgicos.

O produto foi apresentado pela Retroflag, fabricante dos controles e carcaças que imitam os consoles clássicos. Eles já oferecem produtos para NES, Super Nintendo e Mega Drive, e a GPi Case é a sua primeira carcaça para um console portátil.

 

 

No kit de venda do produto tem quase todo o necessário para montar o seu clone do Game Boy. A carcaça inclui uma tela IPS de 2.8 polegadas, e o seu interior pode receber uma Raspberry Pi Zero ou Zero W. Sua estética lembra muito o console original, com algumas pequenas diferenças, como a presença de quatro botões no lugar de dois, ou os botões superiores L e R, para poder jogar os emuladores de outros consoles.

O seu “cartucho” nada mais é que um slot para cartões microSD onde as ROMs serão salvas. E o seu preço ou data de lançamento ainda não foram definidos, mas você pode obter mais informações no site do produto.


Compartilhe