Compartilhe

Os jogos online são um fenômeno de massa, e tão importante quanto ter um PC potente para essa atividade é contar com um roteador que entrega o desempenho e a estabilidade necessárias.

Muitos dos nossos leitores usam o PC para os jogos online, e a crescente complexidade desses jogos combinada com a evolução dos ambientes domésticos com vários dispositivos trouxe novos desafios para os fabricantes de roteadores. E escolher um bom roteador é fundamental para todas essas tarefas.

Nesse post, deixamos uma série de dicas para acertar na escolha do seu novo roteador.

 

 

 

Coisas que você deve saber antes

 

 

Nos jogos online, o seu PC se conecta aos servidores do jogo, que atuam como intermediários. Aqui, a sua conexão de internet e o seu roteador possuem um papel fundamental, influenciando na experiência nos jogos multiplayer.

O roteador atua como elemento de comunicação bidirecional com os servidores de jogos online, e é aqui que a latência (ou a demora na comunicação entre os servidores e o seu equipamento) pode ser a grande vilã da experiência de jogos online: Uma latência alta pode resultar em grandes atrasos em um jogo.

Por exemplo: você atirou em um inimigo e não morreu, ou executou o comando de pulo e o seu personagem não respondeu. Nos dois casos, podemos ter problemas de latência elevada. Esse é o chamado ‘lag’, o que pode arruinar a sua experiência de jogo.

Perdas de pacote e interferência de ruído de sinal são problemas comuns em redes WiFi com roteadores antigos. Usar um roteador com fio pode resolver o problema.

Para os jogos online, você não precisa de uma conexão de internet muito rápida, mas sim estável e com um roteador de qualidade, pois é necessário ter uma conexão de internet constante, manipulando pequenos pacotes de dados. Uma pequena interferência pode ter consequências irritantes na experiência de jogo.

 

 

 

O que você deve priorizar em um roteador para jogos?

 

Para acertar na escolha de um roteador para os games, leve em consideração uma série de pontos fundamentais que determinam o seu real potencial nessa tarefa.

Geralmente essas são as características mais importantes que devemos procurar em um roteador para jogar online:

 

1. Processador dual-core: o coração do roteador e o responsável pelo gerenciamento de tarefas intensivas em largura de banda, gerando altos níveis de tráfego e/ou exigindo trabalhos intensivos de rede, como envios constantes de pacotes em ambas as direções. Uma CPU de duplo núcleo em um roteador garante um bom nível de desempenho e torna possível alcançar uma conexão muito estável com baixas latências.

2. Wi-Fi Padrão AC: é melhor usar conexões com fio para jogar online, mas entendemos que nem sempre é possível conectar todos os nossos dispositivos de jogos. É por isso que é importante escolher um roteador de jogos capaz de trabalhar nos 5 GHz com Wi-Fi 5. Esta banda é menos saturada que a banda de 2,4 GHz, tem menos interferência e permite uma conexão de maior qualidade.

3. Beamforming: uma tecnologia que concentra automaticamente o sinal Wi-Fi e o direciona diretamente para os dispositivos conectados, para que eles o recebam de forma mais intensa. O roteador identifica onde cada dispositivo está e envia informações diretamente nessa direção, reduzindo o efeito de salto e melhorando a estabilidade e a qualidade do sinal.

4. Portas gigabit: as portas padrão oferecem velocidades de transferência de 100 Mbps, enquanto que nas portas Gigabit a taxa é de 1.000 Mbps (1 Gbps). A diferença é muito grande, como podemos ver. Sei que dissemos que a velocidade de conexão não é tão importante quando jogamos online, mas isso vai reduzir os tempos de espera ao baixar jogos, atualizações pesadas e patches, por isso vale a pena considerar um roteador com maior velocidade.

5. Qualidade de serviço: também conhecida por sua sigla “QoS”. Esse recurso funciona priorizando o tráfego com base na configuração que aplicamos. Podemos, por exemplo, definir uma preferência a favor do jogo online. Então, se tivermos muitos dispositivos conectados à nossa rede, garantiremos que o roteador vai priorizar os jogos online para que eles tenham todo o desempenho e estabilidade necessários.

6. Segurança avançada: a criptografia WPA2 é essencial, e é aconselhável procurar modelos que permitam definir diferentes configurações de forma simples, como a filtragem MAC com listas negras, que nos ajudará a eliminar possíveis intrusos, e listas de convidados, o que nos permitirá, por exemplo, facilitar a entrada de amigos e familiares quando eles vierem jogar conosco com o seu laptop ou seu console. Um intruso que consome toda a nossa largura de banda resultará em latências tão altas que vai tornar impossível jogar com essa internet.

7. Proteção de ataque DoS (Negação de Serviço): um recurso de segurança muito importante que permite bloquear pacotes de rede intrusivos para evitar desconexões de rede. Com essa proteção podemos evitar em um jogo online (por exemplo, em um jogo competitivo) que alguém vai bloquear a conexão do roteador, deixando você sem a conexão com a Internet, fazendo com que você perca o seu jogo.

8. Servidor virtual: este recurso facilita a abertura de portas que normalmente estão fechadas, mas que devemos abrir para garantir o bom funcionamento de certos jogos ou consoles. Se os servidores estão fechados, eles podem não funcionar, ou funcionam da forma errada.

9. UPnP (Universal Plug and Play): é um complemento ao item anterior, já que é uma funcionalidade que reconhece automaticamente programas/jogos que precisam de aberturas de portas específicas.


Compartilhe