COBOL completou 60 anos em plena forma | TargetHD.net TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Press "Enter" to skip to content

COBOL completou 60 anos em plena forma

Compartilhe

O COBOL é uma linguagem de programação procedural que se transformou em uma lenda da computação. Criada em 1959, é um feito impressionante saber que ela segue em uso.

A ideia era criar uma linguagem de programação mais acessível do que o horripilante código máquina ou linguagens Assembler que existiam para as diferentes plataformas da época. Criar uma linguagem universal, orientada para ambientes empresariais e que poderia funcionar em diferentes computadores para executar tarefas como cálculos, controle de inventário ou um registro dos débitos e créditos.

A nova proposta foi discutida por um comitê de especialistas, acadêmicos, fabricantes e usuários avançados, que começaram a desenvolver as especificações da nova linguagem de programação.

Os responsáveis do projeto tomaram como base duas linguagens comerciais: a FLOW-MATIC e a Commercial Translator da IBM. E da junção das duas nasceu a COBOL (COmmon Business-Oriented Language), linguagem de programação procedural e imperativa, cujos comandos foram desenvolvidos para que se parecessem com o inglês convencional.

A linguagem teve dificuldades para prosperar, apesar de todo o apoio recebido. Ela tinha como principal concorrente a FACT, desenvolvida pela Honeywell, mas que tinha como problema a ausência de suporte pelo hardware da época, o que ajudou no crescimento do COBOL.

 

 

Uma evolução vertiginosa

 

 

Poucos meses depois do seu lançamento, os primeiros programas em COBOL começaram a aparecer, demonstrando de forma efetiva essa interoperabilidade que permitira a execução do software em computadores de diferentes fabricantes, e vários compiladores começaram a aparecer. Tudo isso ajudou no crescimento da popularidade do software, e de forma notável.

Em 1970, o COBOL já era a linguagem de programação mais utilizada em todo o mundo, e em 1972 ela foi adotada pela organização de padronização ISO. A linguagem padrão foi crescendo no seu ritmo, com diversas versões que adicionavam diferentes características, cujo o nome ia mudando com o ano de publicação das mesmas.

Entre as mais conhecidas, estão COBOL-74, COBOL-85 e a importante COBOL-2002, que se transformou em uma linguagem orientada a objetos e pegou várias características do C++ e do Smalltalk. É estimado que 80% dos programas empresariais de todo o planeta utilizam o COBOL de alguma forma.

 

 

COBOL segue muito vivo

 

 

O COBOL se transformou em uma lenda, e depois de 60 anos de seu lançamento, ele está vivo e em plena expansão. Isso fica claro nas ofertas de emprego de algumas empresas importantes que pedem o conhecimento da plataforma por parte do profissional candidato à vaga.

Várias organizações seguem trabalhando para mostrar ao mundo a relevância atual do COBOL, oferecendo a sua experiência e serviços de consultoria. Estima-se que 85% de todas as transações de negócios ainda usam essa linguagem de programação.

De fato, milhões de pessoas dependem parcialmente desse software. Se existe um setor em que o COBOL está especialmente integrado é no das instituições financeiras e de seguros, além do setor de administração pública.

Existe hoje um esforço para migrar os aplicativos do COBOL para a nuvem, o que fará com que essa linguagem sobreviva por muito tempo, e como poucas fizeram.


Compartilhe