Cinco truques para não ser enganado na Black Friday | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Cinco truques para não ser enganado na Black Friday | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas de Compras | Cinco truques para não ser enganado na Black Friday

Cinco truques para não ser enganado na Black Friday

Compartilhe

Faltando poucos dias para a Black Friday, nunca é demais orientar os usuários sobre as boas práticas de compras no período de promoções, evitando assim que você faça negócios ruins, ou pior, seja enganado com falsas promoções. Nesse post, deixamos algumas dicas que podem ser úteis.

 

 

Compare o preço do produto em outras lojas

Não basta ver a oferta de desconto na loja. Vá em uma loja similar para conhecer o preço real, ou pesquise no Google o valor do produto em múltiplas lojas. Você também pode consultar a variação de preços desse produto em diferentes lojas ao longo dos últimos meses.

 

 

Use sites e plugins de comparativos de preços

Um complemento da dica anterior. Você pode utilizar sites dedicados a realizar comparativos de preços ou instalar plugins em seu navegador que podem indicar quando aquele produto está com um preço mais competitivo. As opções são diversas. Basta você pesquisar pela melhor para as suas necessidades.

 

 

Pesquise com atenção e apele para o Excel para anotar preços

Muitas lojas inflam os seus preços dias antes da Black Friday para aplicar descontos para que o produto volte para o preço normal. Logo, anote o preço dos produtos que você quer comprar com atenção. O ideal é usar o Microsoft Excel ou algum outro programa de planilhas para criar uma tabela com os campos a seguir:

Produto
Link do produto
Preço original
Preço Black Friday

 

É uma forma simples para verificar se as ofertas são reais ou dignas de Black Fraude.

 

 

Revise a informação fiscal e a segurança do site

Durante a Black Friday, a Cyber Monday e o dia 11.11, várias lojas surgem do nada e se aproveitam do aumento de consumo para obter lucros com ofertas falas e lojas que não contam com garantias legais. Revise as informações relativas aso dados fiscais do e-commerce desconhecido em questão, como o CNPJ da empresa ou o endereço fiscal. Se você não consegue identificar tais itens com facilidade, as chances daquela loja ser falsa são grandes.

Para revisar os métodos de segurança do site, recorra à barra de endereços do navegador: se ela conta com um cadeado, a informação enviada para o servidor vai se manter encriptada contra ataques.

 

 

Nada de pagar preços muito baixos

A maioria das lojas online devem investir em publicidade via Instagram e Facebook. E todo mundo sabe que tais apps permitem conectar links para sites com produtos de duvidosa qualidade ou produtos falsos. O AirPods Pro falso é um bom exemplo do que eu estou falando. Ou seja, se um produto está muito barato, o mais provável é que sejam ofertas falsas ou produtos que não correspondem às características prometidas.

Lembre-se sempre: não existe almoço grátis nessa vida, e alguém sempre está pagando a conta.

 

https://youtu.be/ggiL3ic3Q1E


Compartilhe