Quem tem um smartphone sabe como é fácil o seu espaço de armazenamento simplesmente desaparecer sem você se dar conta disso, independente da capacidade do dispositivo.

Em 2018, os modelos top de linha chegaram com mais espaço de armazenamento, mas estamos falando de modelos consideravelmente mais caros. E a maioria não tem essa bala na agulha para pagar a mais para armazenar mais conteúdo.

Com pequenas mudanças de comportamento, é possível evitar o problema de falta de espaço de armazenamento no seu dispositivo Android. E nesse post, deixamos cinco dicas para alcançar tal objetivo.

É claro que você deve utilizar um cartão microSD para obter maior capacidade de armazenamento. Porém, não é a melhor solução, pois isso implica em queda de desempenho do smartphone como um todo, sem falar que esta não é a via mais segura para armazenar conteúdos pesados.

Logo, vamos otimizar o espaço interno de armazenamento do seu smartphone, com as dicas a seguir:

 

 

1. Google Fotos: armazenamento ilimitado e gratuito

 

 

O Google Fotos é uma excelente solução para gerenciamento de conteúdos multimídia. Mas o seu grande trunfo é que ele conta com o recurso de envio de fotos e vídeos para a nuvem do Google. E de graça.

Toda e qualquer foto ou vídeo registrado pelas câmeras do seu smartphone é enviado de forma direta para a sua conta Google na nuvem. E você pode apagar tudo o que está armazenado no seu smartphone, sem perdas ou danos.

De novo: a melhor parte do Google Fotos é que tudo isso é de graça e com espaço ilimitado para fotos de alta qualidade.

 

 

2. Aplicativos “Lite”, uma fração do espaço necessário

 

 

Em alguns mercados, os smartphones de entrada simplesmente dominam, e os desenvolvedores de software sabem disso. Nesses mercados, a internet não é lá essas coisas. Logo, reduzir os apps para trabalhar com essas restrições é uma forma interessante de alcançar esse público. E uma forma eficiente de liberar espaço de armazenamento.

E nada impede que qualquer pessoa use esses apps. Exemplo: Facebook Messenger tem 200 MB, enquanto que o Messenger Lite não passa dos 20 MB. Google Mapas usa 130 MB, enquanto que o Google Mapas Go não passa dos 300 KB.

As variantes Lite sempre vão utilizar um menor espaço de armazenamento no seu dispositivo. Considere abraçar esses apps para ser alguém um pouco mais feliz com o smartphone.

 

 

3. Você precisa mesmo de 500 aplicativos no seu smartphone Android?

 

 

Um geek? Talvez. Mas o usuário comum, com certeza não.

Instalar jogos e apps que são esquecidos dias depois é algo bem comum, e que acontece com a maioria de nós. E assim, no lugar de ter apenas 15 aplicativos que realmente usamos sempre, ficamos com 150 apps que ficam lá, ocupando espaço. E que não tiramos de lá até pela preguiça.

Fazer uma limpeza entre os apps instalados de tempos em tempos pode resultar em alguns GBs livres na memória do smartphone. Principalmente em jogos, onde a grande maioria ocupa pelo menos entre 150 MB e 200 MB. Sem falar nos jogos que ultrapassam a casa dos 1 GB.

 

 

4. Você faz muitos downloads no smartphone?

 

 

Tem muita gente que usa o smartphone como dispositivo principal. Não contam com um computador. Logo, muito provavelmente arquivos de grande volume ficam na pasta de downloads, tal e como acontece nos computadores.

Logo, vale a pena faxinar a pasta downloads, e eliminar o lixo ali acumulado. Arquivos com mais de 1 GB parados no dispositivo são tralhas que só ocupam espaço e prejudicam o desempenho.

 

 

5. WhatsApp ou Pac-Man?

 

 

Todo mundo usa o WhatsApp todos os dias, se tornando essencial para a maioria das pessoas. O problema é que, todos os dias, recebemos fotos, vídeos e arquivos de áudio de nossos amigos e contatos profissionais. E tudo isso ocupa espaço de armazenamento no smartphone.

Voltando ao Google Fotos, você também pode fazer o backup das pastas de mídia do WhatsApp na nvuem. E, na pior das hipóteses, pode apagar o conteúdo dessas pastas semanalmente.

Podem parecer dicas simples e óbvias, mas o número de usuários que não conhece esses pequenos truques é grande. Ou tem muito usuário preguiçoso demais para não tomar tais medidas.

É fácil reclamar que o seu smartphone está sem espaço de armazenamento, ou que está lento demais. Mas muitas dessas queixas não existiriam se os usuários perdessem alguns minutos por semana na manutenção preventiva do dispositivo.