Cinco coisas que reduzem a velocidade de sua conexão WiFi | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Cinco coisas que reduzem a velocidade de sua conexão WiFi | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Cinco coisas que reduzem a velocidade de sua conexão WiFi

Cinco coisas que reduzem a velocidade de sua conexão WiFi

Compartilhe

A velocidade de uma conexão WiFi depende de muitas coisas. A velocidade contratada e o roteador são protagonistas, e muitos fatores influenciam na qualidade final da conexão. Hoje, vamos conhecer cinco fatores que podem influenciar de forma menor, mas que também reduzem significativamente a velocidade da sua internet sem fio.

Em cada item, deixamos uma solução simples para o problema. Em alguns casos, o problema pode ser resolvido sem precisar investir dinheiro. Já em outros casos a melhor solução é investir dinheiro em novos equipamentos.

 

 

1. A distância afeta o desempenho da conexão

As ondas de rádio emitidas pelo roteador para criar uma rede WiFi perdem força com grandes distâncias, mesmo quando não encontra barreiras pelo caminho. Quanto mais longe da fonte que emite o sinal, mais lenta será a conexão.

Solução: a forma mais simples, eficiente e barata passa por colocar o roteador em uma posição central, ligeiramente elevada e com as antenas bem orientadas. Se isso não resolver, considere a compra de repetidores WiFi.

 

 

2. O modo de baixo consumo do roteador

Muitos roteadores chegam ao mercado com um modo de baixo costumo ajustado, mas outros sacrificam o alcance e desempenho em troca que uma pequena economia de energia.

Solução: desabilite o modo de baixo consumo acessando as opções de configuração do roteador.

 

 

3. O ruído da placa-mãe afeta a conexão WiFi

Em alguns casos, o ruído elétrico gerado pela placa-mãe pode afetar a velocidade da conexão. Isso foi superado (quase) por completo nos novos equipamentos, mas em produtos relativamente antigos (principalmente em notebooks), esse ainda é um problema.

Solução: compre um adaptador de rede externo, que se conecta à porta USB 3.0. Exige um pequeno investimento, mas é a única solução efetiva para este problema de hardware.

 

 

4. A orientação das antenas

Um item básico, mas que não damos muita importância. Não só as antenas do roteador, mas também de algumas soluções de rede integradas. Em roteadores que contam com antenas externas, devemos orientar essas antenas sempre para cima, e efetuar uma pequena inclinação em função das áreas que queremos cobrir.

 

 

5. O firmware também influencia

O firmware tem papel importante, mesmo para quem compra um roteador novo. É preciso manter o software devidamente atualizado desde o primeiro minuto de uso.

Solução: acesse o site do fabricante do seu roteador e procure por atualizações sem que o sistema operacional do seu equipamento atue como intermediário.


Compartilhe