Compartilhe

O CHUWI Hi9 Plus é um dos tablets Android mais interessantes da atualidade. Pode não ser o mais potente, mas oferece uma ótima relação custo/benefício.

O principal apelo para esse produto é a sua bateria de 7.000 mAh, que trabalha com o processador MediaTek Helio X27, o que resulta em uma autonomia de uso invejável.

Em testes recentes de benchmark, o CHUWI Hi9 Plus conseguiu impressionantes 8 horas e 46 minutos de autonomia até chegar nos 20%. Ou seja, é um dia de uso sem maiores problemas.

Esse teste envolve a execução de várias tarefas ao longo de cinco horas de uso constante, como uma hora de reprodução de vídeos, uma hora de jogos, 30 minutos de reprodução musical, uma hora de tarefas de produtividade e uma hora de navegação na internet.

O gaming foi a tarefa que mais consumiu bateria. Algo já esperado. Mesmo assim, o gerenciamento de energia do tablet impressiona, com um consumo de apenas 18% de bateria em uma hora.

No final das cinco horas de testes, o CHUWI Hi9 Plus ainda apresentava 45% de bateria disponível. Ou seja, em teoria, era possível realizar tarefas por 10 horas consecutivas.

O CHUWI Hi9 Plus pode rodar todos os jogos mais populares da atualidade, por um preço de aproximadamente 200 euros.

 

 

Bem sabemos que o mercado de tablets está em queda livre, e que muitos se perguntam sobre a validade de um tablet nos dias de hoje com smartphones com telas de quase 7 polegadas.

Para algumas finalidades específicas, os tablets são mais que bem vindos. Eu, por exemplo, prefiro o tablet para ver vídeos e alguns jogos casuais. E para a minha atividade musical (ler partituras), ele é muito melhor do que utilizar uma pasta pesada cheia de folhas.

Por isso, o CHUWI Hi9 Plus é válido, e pode atender bem a um grupo de usuários. Considere a importação do modelo.

 

 


Compartilhe