Compartilhe

O Chrome é o navegador web mais utilizado do mundo, tanto no PC como no smartphone. Agora, ele vai sinalizar sites que carregam de forma lenta, com o objetivo de acelerar a web como um todo.

O Google quer que as páginas carreguem mais rápido, e para isso está criando ferramentas que auxiliam aos desenvolvedores nessa tarefa. A empresa também pensa em medidas corretivas, como etiquetar os sites muito lentos para alertar os usuários.

 

 

Como vai funcionar?

A ideia é marcar sites que não funcionam como deveriam por causa do design, levando em conta os tempos de carga históricos, através de uma indicação com uma barra de carga de cor azul com uma mensagem como “carga lenta ou acima do normal”. Já os sites que carregam rapidamente recebem uma barra de carga verde, e nenhuma advertência.

Isso é que os desenvolvedores do Chromium (aka Google) estão implementando, e que deve ser aplicado ao Chrome. Porém, ainda estamos em um momento de exploração aberta da possibilidade, e o método final do recurso ainda será determinado. Mas tudo indica que a funcionalidade será aplicada, mais cedo ou mais tarde.

É uma medida similar à promovida pelo Google no seu buscador, penalizando as páginas com conteúdo não cifrado. E, também nesse caso, teremos partes prejudicadas, ainda quando a velocidade não represente um grande prejuízo para o usuário, tal e como supõe ser no caso da segurança ao acessar um site que não inclui nenhum tipo de informação confidencial.

 

 

O Google explica que para poder implementar as novas mensagens, é preciso desenvolver um novo método de análise de latências, onde cada site terá o seu próprio arquivo em função do histórico dos tempos de carga. Isso vai servir para determinar se um site está construído de tal forma para que a sua carga seja lenta de um modo geral.

O Google também está buscando criar uma mensagem ou símbolo baseado no dispositivo e conexão do usuário, o que vai servir para identificar os sites que carregam rápido e lento de acordo com o hardware utilizado, inclusive considerando a qualidade de sinal e o tipo de conexão.

“Estamos desenvolvendo um distintivo de velocidade em próxima parceria com outras equipes que exploram o etiquetado da qualidade das experiências no Google. Estamos muito conscientes de nosso foco para estabelecer as especificações do que consideramos uma boa experiência de usuário, e esperamos aterrizar algo que seja praticamente alcançável para todos os desenvolvedores.”

 

Via Blog Chromium


Compartilhe