Compartilhe

A Huawei tem como desafio com os novos P40 convencer os usuários que eles podem viver sem os apps do Google. Uma das novidades da interface EMUI 10.1 (que atua sobre o Android 10 AOSP) é o novo assistente inteligente, a Celia.

A Celia tem funções muito parecidas com os demais assistentes inteligentes do mercado. No final das contas, essa é mais uma peça do ecossistema da Huawei que não para de crescer, e que está ficando no mesmo nível dos seus rivais.

 

 

 

“Hey, Celia”

 

 

A frase acima inicia o assistente da Huawei. Isso, ou manter pressionado o botão de liga/desliga do smartphone por mais de um segundo. O assistente pode responder perguntas, oferecer informações ou mostrar tarefas pendentes do usuário, entre outras funções.

 

 

Uma das opções da Celia é melhorar a produtividade do usuário, com programação de alarmes, envio de mensagens dinâmicas e consulta de previsão do tempo. Também podemos organizar eventos na agenda do telefone, realizar chamadas para uma pessoa na lista de contatos e contar calorias através da câmera do smartphone.

Além disso, o Celia pode acessar as playlists musicais e realizar compras de itens que aparecem na tela, além de permitir a identificação de objetos mediante inteligência artificial através de um comando de voz.

 

 

O assistente digital Celia também terá permissões para ativar algumas das funções do sistema operacional presente nos smartphones da Huawei. Ao colocar o telefone no silencioso, você pode pedir para que o dispositivo reproduzir séries de comédia nos aplicativos compatíveis, ou pedir para ativar o modo conforto da tela.

 

 

Por fim, o assistente também pode acessar as funções de inteligência artificial da Huawei, permitindo que o usuário possa solicitar uma tradução de uma frase ou texto que está diante da câmera, além de ativar por comando de voz o aplicativo de câmera para realizar uma selfie.

 

 

 

Celia promete não enviar a identidade de sua voz para a nuvem

 

 

De acordo com a Huawei, “a identidade de voz fica armazenada em uma área segura no dispositivo e não será enviado para a nuvem”. De novo: é o que o fabricante promete. Mesmo assim, a empresa explica que o Celia foi certificado pelo Selo de Privacidade Europeia, ficando desse modo alinhado e como certificação de cumprimento do GDPR.

 

 

É evidente que os usuários mais céticos não vão entender que essa certificação é uma garantia de anonimato, mas ao menos é alguma coisa. Outros assistentes digitais sequer contavam com esse “selo de garantia”.

 

 

Inicialmente, o Celia estará disponível para os usuário do Huawei P40, P40 Pro e P40 Pro+ no Reino Unido, França, Espanha, Chile, México e Colômbia, e estará disponível em três idiomas: inglês, francês e espanhol. Não há previsão de lançamento dos novos smartphones da Huawei no Brasil, que dirá da estreia do seu assistente virtual por aqui e do mesmo no idioma em português do Brasil.

 

 

Via Celia


Compartilhe