Arquivo para a cateoria: @ TargetHD

LG G6: primeiras impressões, características e O PREÇO (sim… em maiúsculo…)

by

LG G6

 

Ontem (25), eu estive em São Paulo (SP) para o evento de lançamento do LG G6, novo smartphone top de linha dos coreanos. O modelo tem como principal missão corrigir os erros do LG G5 (algo admitido pelos próprios representantes da LG no evento), além de se apresentar como alternativa real entre os dispositivos top de linha do mercado brasileiro, batendo de frente com o recém lançados Samsung Galaxy S8 e Galaxy S8+.

Vou relatar nesse post as minhas primeiras impressões do produto após o primeiro contato, além de fazer algumas considerações e observações sobre a relação custo-benefício do dispositivo no mercado brasileiro.

 

 

A LG deu ênfase para pontos específicos durante a apresentação. Talvez o principal diferencial do LG G6 esteja mesmo na tecnologia de sua tela.

Com 5.7 polegadas (QuadHD) encapsuladas em um dispositivo com corpo de 5.2 polegadas, a tela do LG G6 é a primeira a contar com FullVision. Isso promete uma experiência mais completa no consumo de conteúdo multimídia, além de uma melhor visualização dos elementos do sistema operacional, aplicativos e jogos.

 

 

A LG destaca que uma das coisas que os usuários mais fazem em um smartphone é assistir vídeos, e oferecer esse diferencial para os consumidores é algo considerado muito importante para a marca.

 

 

Mas não é só isso. A qualidade final da tela do LG G6 é realmente espetacular, não apenas pela altíssima definição, mas também pelo colorido agradável. Vale lembrar que a LG é tão competente na hora de desenvolver telas para os seus dispositivos, que acaba oferecendo suas telas para outros fabricantes. Inclusive para dispositivos de peso, como é o caso do iPhone.

 

 

Outro ponto de ênfase que a LG deu durante a apresentação foi para o conjunto de câmeras.

Agora, temos dois sensores traseiros de 13 MP, que herdam o mesmo sistema de funcionamento do LG G5 (um sensor colorido, outro preto e branco). Eu vejo a LG melhorando constantemente no quesito câmeras desde o LG G4, pelo menos (me lembro que o LG G2 contava com um ótimo sensor traseiro na época, e o LG G3 foi um dos primeiros a implementarem o sistema de foco por laser). Logo, podemos esperar resultados promissores no LG G6 nesse aspecto.

 

 

Estamos diante de um smartphone que acertou no seu design.

O LG G6 tem linhas sóbrias, mas é um smartphone bonito e vistoso. As dimensões reduzidas (tela de 5.7 polegadas em um corpo de 5.2 polegadas) tornam o seu agarre algo agradável, e sua usabilidade mais agradável ainda, mesmo ele sendo um dispositivo um pouco mais alto que os demais.

Com vários elementos em metal e alguns em plástico, o modelo ainda consegue ser resistente, por conta de sua proteção IP68. A LG deixou um tanque de água no local do evento com algumas unidades do dispositivo molhando, apenas para que você tenha a certeza que pode usar o WhatsApp durante o banho normalmente.

 

 

O seu conjunto de hardware (processador Qualcomm Snapdragon 821, com 4 GB de RAM e 32 GB de armazenamento – expansíveis via microSD de até 2 TB) é mais que suficientes para garantir um ótimo funcionamento com o sistema operacional Android 7.0 Nougat (com interface LG UX 6.0).

Apesar de contar com uma bateria relativamente menor do que a versão internacional, o LG G6 não deve deixar você na mão… ou melhor, não deve deixar você sem bateria no final do dia. Ainda mais com o Quick Charge 3.0 presente no dispositivo, o que deve garantir a usabilidade pelo tempo que você precisa, mesmo que você faça uma recarga rápida de bateria no final do dia.

Durante a degustação, é possível comprovar que temos aqui um smartphone leve no peso, compacto nas dimensões e potente no desempenho. Entendo que muitos usuários ficariam satisfeitos com o resultado final ofertado pelo dispositivo. Bom, pelo menos as suas primeiras impressões são excelentes.

Em resumo: tecnicamente, o LG G6 é um dos melhores smartphones de 2017. Sem exageros ou muitas dúvidas.

Porém…

 

O LG G6 vale mesmo R$ 3.999?

 

 

O preço do LG G6 foi um tema tão polêmico, que ele não foi revelado nem mesmo na apresentação oficial. O preço foi sendo ventilado aos poucos entre os jornalistas.

A explicação da LG para oferecer o seu novo top de linha com o mesmo preço do Samsung Galaxy S8 (e no mesmo patamar de preço do iPhone 7) foi “posicionamento de mercado”. Algo compreensível, levando em conta a proposta geral e o público-alvo que a marca quer alcançar.

Por outro lado, pouco se explica essa decisão quando olhamos justamente para o argumento “posicionamento de mercado”.

Mesmo chegando ao mercado antes do Galaxy S8 (o seu principal concorrente de preço), o LG G6 tem características técnicas que o colocam um degrau abaixo do modelo top de linha da Samsung.

Para começar, o Galaxy S8 tem valor agregado na tela, não apenas por contar com 0,1 polegada a mais (isso é irrelevante em efeitos práticos), mas principalmente pelo fator inovação, já que possui uma tela curva que, apesar de não oferecer maiores funcionalidades, cria um efeito estético mais atraente do que uma tela flat.

Pode não fazer diferença alguma para você que está lendo esse post, mas saiba você que o Galaxy S7 Edge vendeu MAIS que o Galaxy S7. E isso explica muita coisa.

Além disso, o conjunto de hardware do Galaxy S8 entrega mais pelo mesmo valor. O processador Qualcomm Snapdragon 835 é  mais completo de sua família nesse momento, trabalhando com os mesmos 4 GB de RAM, mas com o dobro de armazenamento.

Sem falar nas inovações que a Samsung implantou no Galaxy S8 (Bixby, leitor de iris, etc) que agregam ainda mais valor ao modelo.

Logo, o LG G6 a R$ 3.999, por puro posicionamento de mercado, simplesmente não se paga.

Na minha opinião, ele poderia marcar presença se viesse custando pelo menos R$ 500 a menos que o Galaxy S8. Há  quem diga que poderia ser até um pouco mais, já que alguns compradores do novo top de linha da Samsung receberam itens gratuitos que agregaram ainda mais valor ao modelo, como por exemplo a nova versão do óculos Gear VR (só aí são R$ 650 que o consumidor está ganhando).

Para que o LG G6 não sofra do mesmo mal que o LG G5 sofreu, a LG precisa repensar correndo o quesito preço.

Já corrigiram o erro do ano passado, trazendo ao Brasil a versão mais completa do processador. Porém, entregam um modelo tecnicamente inferior ao seu principal rival, cobrando o mesmo preço.

A conta não fecha!

Ou repensam essa estratégia, ou daqui a seis meses esse modelo ficará abaixo dos R$ 3.000, sem muito medo de errar.

 

Eduardo Moreira viajou para São Paulo (SP) a convite da LG do Brasil. 

Uma olhada mais de perto nos novos smartphones LG Série K 2017

by

lg

 

Estive ontem (07) no Rio de Janeiro (RJ), para o evento de lançamento dos novos smartphones da série K 2017 da LG. São cinco novos modelos, e nesse post, mostramos um pouco mais sobre três modelos: LG K10 Novo, LG K10 Power e LG K10 Pro.

Posso destacar que a renovação da LG não foi apenas no design. Aspectos técnicos pontuais foram atualizados, se tornando mais alinhados com as necessidades atuais do usuário, e com os aspectos técnicos que o próprio Android exige.

 

 

É inegável que o LG K10 Novo (sim, esse é o nome…) está realmente muito bonito. A combinação dos tons preto e dourado dá um ar premium ao dispositivo de linha média, e as faixas douradas aumentam a sensação visual de baixa espessura.

É um smartphone fino, de agradável agarre, e que passa a sensação de ser um dispositivo bem construído. A aposta estética deve se pagar, pois está combinada com um desempenho que, pelo menos nas primeiras impressões, é bem aceitável para a maioria dos usuários.

 

 

Outro ponto que a LG quer chamar a atenção para o LG K10 Novo é para o seu conjunto de câmeras.

Os modelos LG K10Power e Novo contam com os mesmos sensores de 13 MP (traseiro) e 5 MP (Frontal) – no K10 Pro o sensor frontal é de 8 MP -, e todos eles contam com a mesma tecnologia de câmera. Além disso, os sensores frontais contam com abertura de 120 graus, permitindo que mais pessoas entrem nas selfies capturadas.

 

 

A LG enfatizou muito esse aspecto do produto, afirmando que este é um dos pontos onde o seu público alvo para o produto – os jovens – mais utilizam e solicitam em um smartphone de linha média.

 

 

Pode não parecer, mas os modelos contam com diferenças sutis e importantes.

O LG K10 Pro, por exemplo, além da tela maior (5.7 polegadas), possui um sensor frontal de câmera de 8 MP, e inclui uma stylus para interagir com essa tela de grandes dimensões.

 

Apesar das grandes dimensões da tela, ainda é um modelo que entrega uma boa espessura e ergonomia, sendo igualmente agradável no agarre.

Na sua estética, ele se aproxima dos demais modelos apresentados, o que pode fazer com que o consumidor se confunda vendo de longe os modelos. Apenas colocando lado a lado a diferença de tamanho de tela é perceptível.

 

 

Mas o modelo que mais me chamou a atenção foi o LG K10 Power.

 

 

Entendi que este modelo é a melhor relação custo-benefício entre os dispositivos apresentados pela LG no evento.

O modelo possui tela de 5.5 polegadas, flash para a câmera frontal, os mesmos benefícios de câmera dos outros dois modelos (incluindo os 120 graus na câmera frontal) e uma generosa bateria de 4.400 mAh.

 

 

Tudo isso foi adicionado em um dispositivo que mantém a mesma autonomia de bateria dos outros dois. Sem falar que aqui não temos o tal slot híbrido, ou seja, estão garantidos o dual SIM card com slot dedicado para microSD.

OK, você perde o botão traseiro e o flash está em uma posição diferente dos demais, mas… quem realmente vai se importar com isso?

 

 

O LG K10 Power é um modelo que realmente tenho vontade de experimentar. Ainda mais depois de ter testado o ASUS Zenfone 3 Max, que deixou ótimas impressões.

Os testes fazem sentido, pois os dois modelos automaticamente passam a ser concorrentes diretos, sendo a proposta da LG R$ 200 mais cara.

 

Em breve, farei o review do LG K10 Novo que recebemos da LG do Brasil para testes.

 

Eduardo Moreira viajou para o Rio de Janeiro a convite da LG Electronics do Brasil.

@TargetHD: agora, direto de Santos (SP)

by

targethd

 

A partir de hoje (5), o TargetHD.net passa a realizar suas atividades e operações da cidade de Santos (SP).

Os motivos são diversos, e vão além do fato de eu gostar muito de praia.

O principal motivo (além da necessidade pessoal de buscar novos ares) é a maior proximidade da capital paulista, o que fatalmente vai abrir portas importantes para o blog.

 

 

Mudança para crescimento e maior visibilidade

 

Estar próximo de São Paulo (SP) é fundamental para consolidar as parcerias com as marcas que trabalham com o conteúdo que desenvolvemos nesse veículo.

Com a mudança para o litoral paulista, aumentam consideravelmente as chances de participações em eventos, já que a logística fica muito simplificada.

E bem sabemos o quanto é importante participar desses eventos, para gerar conteúdo exclusivo.

Apresentar para você o que essas marcas estão anunciando antes de todos. E poder sempre oferecer um parecer pessoal sobre todas essas novidades.

Também abre uma possibilidade maior do blog receber produtos e serviços de forma mais rápida e com um menor impacto financeiro para os dois lados.

As assessorias poderão oferecer de forma mais efetiva seus produtos, e poderemos trazer para vocês nossas impressões em análises, com fotos e vídeos… e o belo cenário de Santos a nos inspirar.

Em breve, os canais que atendem oficialmente as empresas e parceiros serão notificados sobre o nosso novo endereço e telefone para contato.

Para os interessados em saber como vai a vida do blog, dê uma olhada no nosso Midia Kit.

Para o amigo leitor, nada muda. Todos os dias, teremos conteúdos diretamente relacionados ao assunto que você quer ler nesse blog.

Na verdade, uma coisa vai mudar: teremos mais conteúdo relevante, criativo e de qualidade.

 

Que toda mudança seja sempre para melhor. E acredito que, neste momento, é a melhor mudança que poderia fazer.

Portanto… Santos ficou mais “tech” a partir de agora! :)

Ajude a manter o TargetHD no ar! Estreamos no Padrim!

by

targethd

Mais uma vez recorremos aos nossos leitores, parceiros e entusiastas de tecnologia. O TargetHD.net, no ar desde junho de 2008, oferece conteúdo de graça para os internautas brasileiros, com opinião e informação.

Ao longo desse tempo, o site se mantém por conta de nossas iniciativas independentes, como cobertura de eventos, parcerias com anunciantes, análises de produtos e vendas nos programas de afiliados nos e-commerces nacionais.

Porém, com a crise econômica, as nossas despesas aumentaram, e os ganhos diminuíram. Manter essa independência custa caro, mas queremos manter esse projeto vivo.

Em abril de 2015, iniciamos uma campanha de financiamento no Patreon, mas bem entendemos o quanto é difícil nesse momento realizar um investimento em moeda estrangeira.

Por isso, começamos uma segunda campanha no Padrim, que permite o pagamento em reais, em diferentes modalidades.

 

Como funciona o Padrim?

O Padrim vai funcionar da mesma forma que o Patreon: iniciamos uma campanha, com algumas metas e recompensas.

De acordo com o valor que você vai colaborar, você terá uma recompensa, de acordo com a meta alcançada.

Quanto maior o valor na colaboração, maior é a sua influência no TargetHD. Quanto maior a meta alcançada, maior é a nossa independência de conteúdo.

Os dois lados ganham com isso.

Logo, considere a possibilidade de ajudar no nosso projeto. Clique aqui ou no banner abaixo para ajudar a manter o TargetHD.net no ar!

logo_padrim290