A verdade é uma só: a Apple vive uma crise de vendas no iPhone. Seja por causa do preço ou porque os novos modelos não agregam nada de outro, fato é que Tim Cook precisa tirar um coelho da cartola e rápido. Caso contrário, vai ficar para trás.

Levando em conta que os iPhones são a base da receita da Apple, as fracas vendas dos últimos modelos é a principal fonte da atual crise. Por mais que Tim Cook revele que “nunca esteve tão otimista” para os investidores da empresa, o presente e principalmente o futuro da empresa são preocupantes.

Porém, se existe uma empresa que é capaz de gerar o hype é a Apple, e ela não tem concorrência nesse setor. E Tim Cook alimenta o hype quando afirma que a marca está “plantando sementes e rolando os dados” para futuros produtos que vão impressionar e muito.

 

 

Como a Apple vai impressionar no futuro?

 

 

Atendendo aos pedidos de Steve Wozniak.

O co-fundador da Apple disse em recente entrevista que quer mesmo um smartphone dobrável da empresa. Levando em conta que ele é uma das mentes que fizeram da gigante de Cupertino o que ela é hoje, não seria algo tão ruim Tim Cook levar em consideração as suas palavras.

Ao que parece, a Apple quer melhorar o seu Apple Watch, para que ele seja ainda mais interessante, para se tornar ainda mais útil. As melhorias do produto no que se refere ao monitoramento de saúde são consideráveis. E outro produto que deve ser renovado para ser mais relevante é o fone de ouvido AirPods.

 

 

Assim, a Apple pretende dobrar as receitas em 2020 (tinha US$ 25 bilhões em 2016). Além disso, a empresa quer reduzir o preço do MacBook Air, tornando o portátil mais acessível. E no que se refere na realidade aumentada, Tim Cook confirmou que eles trabalham em um óculos com AR, e que ele considera essa a tecnologia de futuro.

Pode ser clichê, mas a Apple pouco impressionou depois da morte de Steve Jobs. E é bom saber que a empresa quer surpreender. Mas vão ter que trabalhar muito para isso. Ainda conta com produtos fantásticos, mas precisa de um grande lançamento para impressionar.

Ou seja… Tim Cook prometeu inovar. E vai ter que cumprir a promessa.

Senão, vai ficar para trás.