Compartilhe

A CES 2019 estava lotada de produtos de tecnologia, inovações e propostas diferenciadas para gadgets já existentes. Mas um produto em particular teve a sua ausência percebida por muitos: os fones de ouvido USB-C ou headphones USB-C.

Alguns fabricantes de smartphones criticaram o desaparecimento do conector de áudio de 3.5 mm dos dispositivos, mas isso não impediu que praticamente todas as empresas apostassem na remoção desse componente.

A ideia era “bem simples”: fazer com que as pessoas que estavam acostumadas com um padrão por quase meio século e comprando caros fones de ouvido passassem DO NADA a utilizar a mais moderna porta USB-C, ou que adquirissem fones Bluetooth igualmente caros.

Fato é que: se no cenário dos fones Bluteooth as coisas funcionam relativamente bem, para quem quer comprar fones tradicionais ou conectar o smartphone no carro por cabo, a situação é péssima.

O cenário dos fones USB-C ainda é um caos, com modelos que funcionam em alguns smartphones e em outros, não. O mesmo vale para os dongles USB-C para 3.5 mm. Sem falar que alguns modelos entregam um atraso perceptível no som, ou funcionamento ruim no modo digital ou analógico. Ou seja, não entrega a evolução prometida e nem mesmo os resultados da tecnologia anterior. Antes, ninguém precisava se preocupar com isso.

 

 

Mas nem todos os fabricantes vão reconhecer isso como um #fail gigante. Provavelmente vão apostar na vertentes Wireless de fones de ouvido. Além disso, a Qualcomm já lançou o chipset TrueWireless Stereo Plus, para facilitar o desenvolvimento de fones de ouvido sem fio com estéreo de verdade e sem retransmissão entre os fones.

Por outro lado, o Huawei P30 pode trazer de volta o conector de 3.5 mm, o que seria algo significativo para o mercado ao menos repensar essa decisão de colocar um fim nesse tipo de conector.

A Huawei pode estimular a volta dos velhos conectores de fone de ouvido de 3.5 mm. Comece a torcer pelo sucesso desse modelo se você quer continuar a ouvir as suas músicas do jeito que você sempre fez.

 

Via SoundGuys


Compartilhe