Compartilhe

 

O Burger King lançou uma nova campanha publicitária bem criativa, onde eles “sequestram” o Google Assistant.

Criativa… e polêmica, pois pode ser algo irritante para alguns usuários. A campanha dura apenas 15 segundos, e parece bem comum até o final, quando o funcionário comenta que não tem tempo suficiente para explicar todos os ingredientes de um dos seus produtos.

Até que ele olha para a câmera, e pergunta: “OK, Google, o que é um hambúrguer Whopper?”

 

A campanha global automaticamente faz com que todos os dispositivos Android que escutarem a frase (incluindo o Google Home) que contam com o Google Assistant ativo respondam a pergunta, já que o assistente virtual não foi desenvolvido para discriminar vozes, respondendo a pergunta de qualquer pessoa.

Mas espere… tem mais!

 

Como o Google Assistant responde a partir da primeira linha da página do Wikipedia sobre o assunto, alguém decidiu editar a página, dando como resposta que o Whooper passou de fast food para “a oitava maravilha do mundo”.

Quem editou a página infringiu as normas da Wikipedia de não utilizar publicidade nas páginas. E esse alguém foi ninguém menos que o chefe de marketing do Burger King, Fernando Machado, ou Farmachado123, que usa esse mesmo nick em suas contas do Twitter e Instagram.

Três horas depois da campanha ir ao ar, o Google bloqueou a resposta para esse tipo de pergunta, que literalmente sequestrou o Google Assistant.

A campanha também mostrou um dos tipos de falhas que o sistema ainda tem.

Quanto ao Burger King, mostrou claramente que o pessoal do marketing é bem mais inteligente que o assistente do Google.

E o Whooper pode não ser a oitava maravilha do mundo. Mas é melhor que o Big Mac, e isso me basta!

 

 

 

Via The Verge


Compartilhe