TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Brasileiro usa Brasil e Flamengo como senhas do Gmail e Facebook | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Internet | Brasileiro usa Brasil e Flamengo como senhas do Gmail e Facebook

Brasileiro usa Brasil e Flamengo como senhas do Gmail e Facebook

Compartilhe

De tempos em tempos, publicamos aqui no blog a lista de senhas que devem ser evitadas a todo custo pelos internautas em produtos ou serviços online. Seja porque são as senhas mais utilizadas, seja porque são as mais inseguras e sujeitas a vazamentos.

Agora, vamos compartilhar com você uma lista de senhas inseguras mais específica. A empresa de segurança cibernética Nordpass revelou uma lista com as 200 senhas mais comuns em escala global como por países que incluem serviços muito populares na internet, como são os casos do Gmail e do Facbeook.

E aqui, surpresa zero: são as senhas de sempre, com o mesmo grau de facilidade para os criminosos cibernéticos adivinharem quais são.

 

Números, nomes e sequências débeis

Não existe uma reinvenção da roda neste aspecto.

Todos os anos, essas listas de senhas chamam a atenção por serem um enorme “mais do mesmo”. A impressão que fica é que os usuários simplesmente se recusam a aceitar que a segurança de seus dados depende da robustez da senha que protege os serviços.

E essa é uma parte de nossa vida conectada que não pode ser deixada de lado ou procrastinada. Usar uma senha segura nos nossos serviços conectados é uma tarefa dos usuários de forma direta, e é preciso dedicar algum tempo e atenção neste aspecto. Tudo bem, algumas plataformas podem ajudar os mais leigos ao gerar senhas fortes de forma automática. Mas até mesmo a decisão em adotar essa solução é de responsabilidade do indivíduo que está usando o dispositivo.

No final, é um festival de decisões débeis e senhas fracas, que só existem para deixar essas contas de serviços conectados efetivamente vulneráveis. Sequências como 12345, 123456 e 123456789 continuam na lista das credenciais mais utilizadas entre os usuários de internet de todo o planeta.

Também surpreende o fato das pessoas utilizarem como senhas palavras consideradas comuns, como nomes de times de futebol e – pasmem – até mesmo os nomes próprios, algo que deveria inclusive ser recusado pelas plataformas (que poderiam fazer a sua parte neste aspecto).

Nomes de cidades e países e as variações de palavras e/ou expressões muito comuns como “teamo” ou “Password” também se repetem na lista de senhas mais utilizadas (e, por tabela, mais frágeis) do mundo. E tudo isso aqui mostra a real necessidade das mudanças de hábitos que as pessoas precisam adotar para não mais ficarem vulneráveis em suas contas nos serviços conectados.

 

Top 25 senhas mais comuns no planeta

  1. 123456
  2. 123456789
  3. 12345
  4. Qwerty
  5. Password
  6. 12345678
  7. 111111
  8. 123123
  9. 1234567890
  10. 1234567
  11. qwerty123
  12. 000000
  13. 1q2w3e
  14. aa12345678
  15. abc123
  16. password1
  17. 1234
  18. qwertyuiop
  19. 123321
  20. password123
  21. 1q2w3e4r5t
  22. Iloveyou
  23. 654321
  24. 666666
  25. 987654321

 

Top 25 senhas mais comuns no Brasil

  1. 123456
  2. 123456789
  3. Brasil
  4. 12345
  5. 102030
  6. senha
  7. 12345678
  8. 1234
  9. 10203
  10. 123123
  11. 123
  12. 1234567
  13. 654321
  14. 1234567890
  15. gabriel
  16. abc123
  17. q1w2e3r4t5y6
  18. 101010
  19. 159753
  20. 123321
  21. senha123
  22. mirantte
  23. flamengo
  24. felicidade
  25. qwerty

A verdade é uma só: um grande grupo de usuários escolhe senhas para serviços de correio eletrônico e redes sociais que são muito fáceis de serem adivinhadas, facilitando e muito a vida dos criminosos cibernéticos, que nem precisam se esforçar muito para descobrir essas credenciais. Dá até para imaginar que o processo de revelação desses dados nem mesmo envolve sofisticados métodos e engenharias complexas para sua revelação.

Com a lista das 200 senhas mais comuns utilizadas pelos internautas de todo o planeta (incluindo os brasileiros), é preciso que cada um de nós reflita na segurança de nossas credenciais, e tome as medidas necessárias para deixar essa informação mais robusta e segura.


Compartilhe