BluTV: como é a nova TV paga de baixo custo

Compartilhe

Estreou no Brasil mais uma operadora de TV por assinatura, a BluTV. O serviço por enquanto só opera no estado de Minas Gerais, mas já planeja a sua expansão para todo o território nacional. Logo, vale a pena dar uma olhada sobre o que se refere à proposta, identificando as suas principais características.

 

 

 

O que é a BluTV, e como funciona?

 

 

A BluTV é mais uma operadora de TV por assinatura via DTH (Direct to Home), funcionando no sistema de antenas mini parabólicas. Você adquire o equipamento, agenda a instalação, escolhe o pacote de canais que melhor atende as suas necessidades e recebe o sinal dos canais em sua casa. No final, você vai pagando uma assinatura mensal para manter o serviço.

Nada de novo aqui.

Alguns diferenciais marcam a proposta, como um controle que interage com a TV e o receptor (outros serviços de TV paga oferecem o mesmo), aplicativo para smartphones de streaming de música incluído no plano, recepção de sinal de TV digital aberta pela antena, troca de receptor gratuita nos primeiros 12 meses, atendimento via WhatsApp e, principalmente, um preço muito menor do que a concorrência.

Porém, é preciso olhar para os detalhes para entender por que a proposta da BluTV se apresenta dessa forma.

 

 

 

Quais são os pacotes oferecidos pela BluTV?

 

 

Na prática, você tem apenas uma opção de pacote de contratação, o pacote BluTV Família, que é obrigatório para todos os planos. Esse pacote custa R$ 39,90 mensais, e conta com canais de praticamente todos os gêneros de programação.

É um pacote com prós e contras (tal e como acontece em qualquer TV por assinatura).

O grande ponto positivo desse pacote BluTV Família é que ele conta com vários canais que não estão nos pacotes mais básicos de outras operadoras, onde o assinante teria que pagar muito mais caro para ter esses canais. E, quando paga os mesmos R$ 39,90 na concorrência, nem chega perto de ter esses canais.

Além disso, a BluTV oferece canais exclusivos, que não estão disponíveis em outras operadoras de TV paga em operação no Brasil, o que sempre é um adicional para esse tipo de serviço. Incluindo dois canais adultos, que não estão em planos premium (algo bem lógico, já que está bem fácil encontrar pornografia por aí na era da internet).

As crianças vão se esbaldar com a BluTV, já que os principais canais infantis estão nesse pacote. Os canais do Grupo Discovery e vários dos principais canais de filmes e séries também estão disponíveis. Ou seja, nesse aspecto, o pacote Família pode atender as necessidades de diferentes perfis de usuários.

Por outro lado, algumas ausências são sentidas nesse pacote BluTV Família, e ajudam a explicar o preço tão competitivo.

Para começar, você não conta com os canais Globosat (Multishow, Globo News, GNT, etc) nesse plano. Muito menos os canais do grupo SportTV, o que pode ser um grande motivo para os fãs de esporte desistirem do serviço. E, de forma presumível, nada dos canais do Grupo Telecine na operadora.

Também não temos nesse plano alguns dos canais mais assistidos da TV paga, como os canais do grupo Fox (que hoje pertencem à Disney no Brasil) e MTV.

E, obviamente, nada de canais premium nesse serviço.

 

 

 

Como são os pacotes complementares?

 

A BluTV oferece dois pacotes que complementam a programação do pacote BluTV Família.

O primeiro é o Super BluTV HBO HD, que oferece 8 canais do Grupo HBO por R$ 39,90 por mês. É um pouco mais caro do que o mesmo pacote HBO disponível em outras operadoras, mas combinado com o pacote Família, ainda consegue entregar uma interessante relação custo-benefício.

O outro pacote adicional da BluTV é o Super BluTV Esportes HD, que custa R$ 29,90 por mês. Na prática, ele complementa o pacote de canais da ESPN e adiciona o Band Sports, além de oferecer outros canais esportivos internacionais e exclusivos.

E é isso mesmo que você está pensando: nada de canais SporTV, nada dos canais Fox Sports, nada de Esporte Interativo e outros. Pense muito bem nessas ausências antes de contratar o serviço, amigo fã de esportes.

 

 

 

 

Quanto custa a BluTV?

 

O momento que muitos leitores estavam esperando.

O kit de instalação (composto de antena DTH + receptor + controle) da BluTV pode ser adquirido em até 12x de 30,00 (total: R$ 360,00). A sua instalação NÃO ESTÁ INCLUÍDA NESSE VALOR, e o site da operadora indica que a mesma deve ser realizada por instaladores credenciados, e que é o assinante quem terá que negociar diretamente com ele o valor cobrado para instalação, que tem valor sugerido pela operadora de R$ 90,00.

A seguir, os valores do pacote principal da BluTV e dos seus pacotes adicionais:

– Pacote BluTV Família (100 canais), por R$ 39,90/mês
– Pacote Super BluTV HBO HD (8 canais), por R$ 39,90/mês
– Pacote Super BluTV Esportes HD (8 canais), por R$ 39,90/mês

Considerando que você tem que pagar (sim ou sim) o pacote Família que custa R$ 39,90, o único lugar que você pode ir nos aspectos financeiros é para cima. Logo, para quem se interessar em ter todos os canais da BluTV no seu pacote, o valor a ser pago é de R$ 109,70.

 

 

 

Vale a pena?

 

 

Se você considerar exclusivamente a melhor relação custo-benefício, o menor preço disponível pelo maior número de canais e a ausência de canais que podem ser importantes para determinados perfis de consumidores, a BluTV pode valer a pena sim. Vai ser muito difícil encontrar mais por menos.

Inclusive para aqueles que querem ter os canais HBO e/o os canais ESPN pelo menor valor possível. Mesmo com os pacotes complementares, o valor final cobrado pela operadora é bem agressivo. Também é recomendado para os pais que querem colocar a TV a cabo em casa para os filhos se acalmarem, ou para quem quer complementar a programação de TV atual.

Por outro lado, as ausências dos canais Globosat, FOX, MTV e outros podem ser determinantes para que alguns usuários não fiquem muito animados com a aquisição da BluTV. Além disso, pagar por um receptor e pela instalação do serviço é algo que não vai ajudar muito na popularidade do serviço, pois o assinante está acostumado ao comodato na maioria dos casos.

De qualquer forma, não podemos culpar a BluTV por tentar. Entendo que é mais uma alternativa disponível no mercado, e isso é algo extremamente válido para o segmento de TV por assinatura. Quanto maior a competição no mercado, melhor.

Por isso… seja bem vinda, BluTV.

 


Compartilhe