Compartilhe

A Black Friday 2019 (e a Cyber Monday) estão chegando, e como conselho nunca é demais, temos mais um post para tentar ajudar na hora das compras promocionais, com o principal objetivo de evitar que você caia em uma Black Fraude.

A Black Friday acontecem de forma oficial em 29 de novembro, mas diversas lojas online e offline já oferecem ao longo da semana as promoções que são imperdíveis (ou não). O período de promoções vai se estender até a Cyber Monday, que acontece em 2 de dezembro. Sem falar naqueles que se anteciparam (e muito) com o Black Novembro.

 

 

Antes, a origem do termo

O termo Black Friday nasceu na década de 1960 na Filadélfia, e o objetivo era o mesmo do atual: promover uma jornada de compras em massa, oferecendo grandes descontos em todos os tipos de produtos.

Naquela época, tudo acontecia exclusivamente nas lojas físicas e se limitava a um único dia: a sexta-feira seguinte ao Dia de Ação de Graças, um dos feriados mais importantes dos Estados Unidos, celebrado na última quinta-feira do mês de novembro. É também o tiro de largada para as vendas natalinas.

Com a internet e o comércio eletrônico, foi criada a Cyber Monday, que acontece na segunda-feira após a Black Friday. Hoje, a essência do período de vendas promocionais perdeu a sua essência. Mesmo assim, seguimos promovendo o período para quem se interessa nas compras.

Agora, vamos às dicas.

 

 

 

Cuidado com a Black Fraude

Lá fora, os descontos são reais. No Brasil, você sabe que não. As lojas sobem os preços “do nada” dias ou semanas antes da Black Friday para aplicar “descontos generosos” que, na verdade, são os preços reais dos produtos. Verifique o histórico de preços dos produtos e compare a fundo os valores cobrados em diferentes lojas.

 

Prepare o carrinho de compra

Algumas ofertas de última hora são imperdíveis, mas pense nas suas necessidades e no seu orçamento. Se você sabe muito bem o que quer comprar, prepare com antecedência o carrinho de compras com esse itens, ou marque como favorito o item no seu navegador, ou crie uma lista de produtos desejados, baseada nas suas intenções de compra.

 

Atualize suas contas de compra online

Algumas plataformas de comércio eletrônico exigem uma rapidez na hora de confirmar compras em promoções relâmpago que aparecem na Black Friday. Invista algum tempo revisando suas contas online, dados pessoais, endereços de envio e métodos de pagamento e, quando possível, ative o recurso de compra em um clique.

 

Cartão de crédito e a segurança dos seus dados

Utilize apenas um cartão de crédito nas suas compras para reduzir os riscos de vazamentos de dados em massa, e certifique que o site onde você vai comprar está protegido contra fraudes. O mesmo vale para outras formas de pagamento (PayPal, débito em conta, boleto, etc). Reforce as medidas de segurança contra malwares e desconfie de descontos impossíveis e de lojas que não oferecem segurança.

 

Monitoramento e Localização

Algumas lojas utilizam os dados do navegador para determinar sua localização geográfica para mostrar ofertas e preços específicos para usuários dessas áreas. Se você não gosta disso, desative o monitoramento de localização do navegador ou use o modo anônimo ou VPN para as compras, especialmente daquelas feitas fora do Brasil. Atenção redobrada para taxas de envio e condições de pagamento para compras no exterior.

 

Use os rastreadores de preços

Utilize sites ou plugins de navegador que fazem o rastreamento de preços dos produtos em diferentes sites e e-commerces. Ative os alertas para receber notificações para ofertas de momento.

 

Exija garantias

A garantia de produtos vendidos na Black Friday é a mesma que a adotada em qualquer outra época do ano. Exija os seus direitos como consumidor, inclusive nas políticas de devolução e prazo máximo de entrega. Fique de olho na logística de entrega para não ter problemas, e certifique-se que a garantia do produto vai cobrir eventuais problemas meses depois da aquisição.

 

Não se esqueça da Cyber Monday

A Cyber Monday acontece apenas três dias depois da Black Friday, e pode ser mais relevante para os usuários de tecnologia, já que é dedicada ao comércio eletrônico. Os descontos podem ser ainda mais interessantes, apesar do número de produtos ofertados ser menor. Não comprar na Black Friday pode valer a pena na Cyber Monday de 2 de dezembro.

 

Por fim…

Se prepare emocionalmente para terminar o período de promoções de mãos vazias. Um consumidor responsável respeita o seu orçamento, pensa nas necessidades e evita compras compulsivas. As ofertas não acabam na Black Friday. Pense nisso!


Compartilhe