TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Black Friday: é mesmo o melhor momento para comprar um smartphone novo? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas de Compras | Black Friday: é mesmo o melhor momento para comprar um smartphone novo?

Black Friday: é mesmo o melhor momento para comprar um smartphone novo?

Compartilhe

Estamos nos aproximando de dois importantes momentos de vendas promocionais do varejo brasileiro: a Black Friday e (em porte significativamente menor) a Cyber Monday. Logo, esse é o momento perfeito para trocar de smartphone. Certo?

Será mesmo?

Muitos e-commerces brasileiros já queimaram a largada da Black Friday no começo do mês de novembro, e decidiram antecipar as suas promoções para quem sabe conquistar o coração e o bolso dos clientes mais ansiosos.

Neste artigo, vamos debater um pouco sobre esse tal momento ideal para comprar um smartphone novo. A Black Friday é mesmo o melhor momento para realizar esse investimento? Ou quem sabe se antecipar pode garantir negócios mais vantajosos?

 

Black Friday para comprar um smartphone novo: sim ou não?

Para muitos, a Black Friday ainda é o melhor momento do ano para comprar um smartphone novo, já que muitos produtos estarão com preços expressivamente reduzidos. Porém, neste exato momento, já dá para comprar bons dispositivos com preços bem competitivos.

O principal objetivo da Black Friday (pelo menos em teoria, pois as coisas no Brasil funcionam de uma maneira um pouco diferente) é liberar parte dos estoques parados nas lojas e nos fornecedores, para que novos produtos estejam disponíveis para as vendas de final de ano.

Já no Brasil, a Black Friday é, em muitos casos, uma forma obscena dos e-commcerces e fabricantes de dispositivos em recuperar prejuízos às custas da exploração da boa vontade do consumidor. Não é de hoje que denunciamos a nefasta prática do “tudo pela metade do dobro”, e nos esforçamos para alertar o consumidor sobre a importância de fugir desse golpe institucionalizado do mercado.

De qualquer forma, essa é uma espécie de jogo de xadrez que o consumidor precisa aceitar em jogar. Se por um lado algumas lojas esperam o último dia da Black Friday para entregar descontos muito expressivos, outros e-commerces aproveitam o desejo de compra dos mais ansiosos para oferecer descontos generosos antes do último final de semana do mês de novembro.

Logo, é fundamental que você fique de olho e compare preços antes de realizar a compra. O mundo perfeito pede que você comece a monitorar os valores dos produtos pelo menos um mês antes do próprio mês de novembro, justamente para evitar pagar a metade do dobro do produto ou serviço que você deseja.

Neste aspecto, os sites com comparativos de preços são excelentes, pois eles podem emitir alertas indicando quando aquele produto desejado alcançou o preço que você entende ser o justo. E, se isso acontecer, entendo que é melhor se antecipar na compra, pois dificilmente um e-commerce brasileiro realiza promoções ainda mais vantajosas.

Principalmente no caso do smartphone, que é a categoria de produto mais procurada pelo consumidor brasileiro na época promocional de vendas.

 

Por que a Cyber Monday é tão fraca no Brasil?

Porque, diferente da Black Friday, a Cyber Monday é uma tradição que se aplica muito mais à cultura de consumo dos Estados Unidos do que em uma cultura global.

No Brasil, existem alguns poucos sites e e-commerces que tentam emplacar uma Cyber Monday. Mas normalmente são estabelecimentos de nicho, especializados em tecnologia. Poucas foram as vezes que uma grande loja online se envolveu em uma janela promocional de vendas focada nos dispositivos de informática e eletrônicos.

E como pelo menos dois períodos de promoções apareceram no meio do caminho para levar o dinheiro do consumidor (Dia do Solteiro em 11 de novembro – que está cada vez mais popular no Brasil porque o brasileiro está cada vez menos medroso na hora de importar produtos – e a Black Friday, na última sexta-feira do mês de novembro), pouco resta para a Cyber Monday.

De qualquer forma, até gostaria que a Cyber Monday vingasse no Brasil. Mas tudo me leva a crer que o consumidor brasileiro ou é ansioso demais para exercitar o seu consumismo, ou prefere fechar as compras enquanto o dinheiro ainda está nas mãos, algo que é perfeitamente compreensível quando olhamos para as condições financeiras da maioria da população.

Para quem pretende comprar um smartphone novo antes ou durante a Black Friday, tudo o que posso desejar é: boas compras. De verdade.


Compartilhe