Depois de afirmar que o maior erro de sua vida empresarial foi permitir que o Android se transformasse no que é hoje, Bill Gates respondeu o que faria se ele pudesse voltar no tempo, mais especificamente para um momento anterior à fundação da Microsoft.

Bill Gates fundou a Microsoft em 1975, quando ainda estudava em Harvard, faculdade que abandonou no ano seguinte para se dedicar à sua nova empresa. Porém, que tipo de empresa ele fundaria se estivesse estudando engenharia informática em 2019?

Palavras de Bill Gates:

 

“Levando em conta os meus antecedentes, eu gostaria de fundar uma empresa de inteligência artificial, cujo objetivo seria ensinar aos computadores a ler, para que eles possam absorver e compreender todo o conhecimento escrito no mundo. Este é um campo em que a IA ainda precisa avançar.”

 

Ainda que não pareça que tal empresa esteja em seus planos de futuro, Gates tem sim interesse em investir em uma startup vinculada com a inteligência artificial: a Luminous, desenvolvedora de um microchip capaz de executar algoritmos de IA muito mais rápido que os semicondutores baseados em eletricidade, que usa diferentes cores de luz para o envio simultâneo de múltiplos dados.

Não faz muito tempo que Gates realizou declarações durante o Simpósio de Inteligência Artificial da Universidade de Stanford, onde deixou claro a importância que ele dá para esta tecnologia:

 

“É tão incrível, que vai mudar aspectos fundamentais da sociedade. (…) Nosso mundo não teve tantas tecnologias que eram, ao mesmo tempo, promissoras e perigosas, como foi a energia nuclear.”

 

 

Os outros projetos de Gates

 

Bill Gates está investindo em outras áreas, como a da energia, para lutar contra a crise climática. Ele acredita que pode arrecadar US$ 2.5 bilhões em 2020 através do fundo de investimento em energia que ele fundou em 2016, a Breakthrough Eneergy Ventures (BEV).

Fato é que Gates reconhece que, aos seus 63 anos, prefere dedicar o seu tempo para a família, viajar, ler (ele se propôs a ler em um ano e meio centenas de livros e reler outros 15) e praticar a filantropia através da sua fundação, Bill & Melinda Gates Foundation.