Compartilhe

Microsoft

 

Hoje em dia, smartphones são vistos como algo comum e banal, como se eles sempre existissem. Mas basta voltar um pouco no tempo (não muito, pode ser dez anos) para nos depararmos com uma era praticamente irreconhecível.

Um cenário que permitiu que Bill Gates conseguisse prever a extinção daquele que, na época, era considerável o gadget do momento: o iPod.

Em 2005, Bill Gates falava de como a Apple não seria capaz de manter o sucesso do iPod por muito mais tempo, prevendo que os smartphones estavam evoluindo e ganhando cada vez mais mercado, sendo uma questão de tempo para que os players musicais se tornassem irrelevantes.

Gates comparava a situação ao mesmo cenário ocorrido nos computadores, onde a Apple perdia a corrida dos Macs vs PCs.

Nem é preciso dizer que Gates acertou na mosca, e que o próprio Steve Jobs estava consciente disso. Deixou isso muito claro quando fechou a parceria com a Motorola para criar o ROKR E1, o primeiro celular com iTunes, que foi um fracasso comercial (quase) absoluto.

Porém, foi esse fracasso que fez a Apple criar o seu próprio telefone: o iPhone.

Infelizmente para a Microsoft, ela não se preocupou com esse novo dispositivo da Apple… e o resto é história.

Vídeo a seguir.

 

 

 

Via Cult of Mac


Compartilhe