dados

Uma enorme base de dados foi descoberta e comercializada nos mercados negros digitais, contendo 1.4 bilhão de registros de usuários, com nomes, e-mails e senhas classificadas por ordem alfabética.

A base foi revelada pelos investigadores da empresa de segurança 4iQ, que identificaram o arquivo com mais de 41 GB. A lista foi localizada em 5 de novembro, e sua última modificação tem registro no final de novembro. A compilação é a consequência do aproveitamento de várias falhas de segurança e ataques a sites famosos.

 

 

Entre as senhas encontradas, temos credenciais de autenticação para serviços como LinkedIn, MySpace, Netflix, YouPorn, Last.FM, Zoosk, Badoo e RedBox. Também há dados de acesso a jogos como Minercraft e Runescape, além de uma longa lista de serviços online.

Nenhuma das senhas está codificada, e a maioria das senhas foram confirmadas. Os dados organizados de forma alfabética mostra também como as pessoas usam senhas repetidas para serviços diferentes.

É algo tão fácil de acessar, que qualquer pessoa pode ter acesso às contas comprometidas. Logo, tentem utilizar senhas fortes e em sistemas seguros. Além disso, nos sites onde a base de dados foi encontrada, há endereços de carteiras de bitcoin e litecoin para eventual remuneração.

 

Via Medium