TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Audacity não é mais o mesmo: virou um spyware | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Software | Audacity não é mais o mesmo: virou um spyware

Audacity não é mais o mesmo: virou um spyware

Compartilhe

O Audacity não é mais o mesmo. Definitivamente.

O tão popular software de edição de áudio que era open-source foi adquirido recentemente pela Muse Group e, desde então, muitos usuários estão acusando o programa de se tornar um software espião, coletando dados que serão potencialmente vendidos para outras empresas.

Aqui, as soluções passam por dois caminhos. Por um lado, muitos usuários estão recomendando que todos desinstalem o Audacity dos seus computadores. Por outro lado, muita gente está pedindo por um fork do software para seguir editando seus podcassts.

Afinal de contas, o Audacity ainda é um software open-source. Certo?

 

 

 

Pequenas mudanças que são polêmicas

 

 

A Muse Group realizou pequenas mudanças na política de privacidade do Audacity que, em termos práticos, transformou o programa em um spyware de tantos dados que ele coleta dos usuários. O assunto é tão sério, que um simples programa de edição de áudio pode enviar os dados dos usuários para autoridades estatais, caso as leis de um determinado país determinem isso.

Esse é o tipo de coisa que só é visto em governos autoritários, onde o interesse de programas como esse só pode ser se alinhar a essas filosofias. E poucas vezes testemunhamos uma ameaça tão grande à privacidade dos usuários.

E a Muse Group parece não ter medo do perigo, e tem a ousadia em informar aos usuários do Audacity que esses dados coletados podem ser compartilhados para um possível futuro comprador. E está informando tudo isso por questões legais.

Nossa… agora sim estamos mais tranquilos porque “fomos avisados”…

 

 

 

Por enquanto, desinstalar. Mas esperamos um fork para o futuro

 

 

Diante de tudo isso, não é um exagero ver muitos usuários do Audacity recomendando a desinstalação do aplicativo em grupos do GitHubReddit, já que ninguém em sã consciência vai gostar de ver tantos dados coletados sem qualquer tipo de critério ou restrição.

E não apenas pela explícita violação de privacidade e política pouco cristã de compartilhamento de dados. Do jeito que está, o Audacity deixou de ser open-source de vez. Ele contraria de forma incisiva a filosofia de produto cuja origem é um código aberto.

A boa notícia é que o Audacity possui na sua licença um acordo que permite a qualquer pessoa ou instituição modificar o código de origem do software, permitindo que algum fork apareça no futuro, concentrando as mesmas características principais do programa principal, mas com algumas diferenças e novidades que o dotem de personalidade própria.

Para muitos podcasters independentes (é o meu caso), abandonar o Audacity pode ser um enorme problema. Poucos programas similares e gratuitos entregam os mesmos recursos que este programa para alcançar resultados minimamente aceitáveis para entregar uma boa edição de áudio.

Outros usuários ainda podem recorrer a soluções em outras plataformas. Eu mesmo ainda posso tentar utilizar algo no iPad para editar podcasts. Mas jamais será a mesma coisa que usar o Audacity, e a grande maioria não tem poder econômico para investir em um tablet da Apple.

Por isso, vamos torcer pelo surgimento do fork do Audacity o quanto antes. Basta que os membros da comunidade desse software utilizem uma cópia exata do programa que foi desenvolvida antes da compra da Muse Group, e iniciar uma nova vida com esse muito popular editor de áudio.

 

 

Via HackerNews


Compartilhe