TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Atualizou o smartphone? Então… faça isso! | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Atualizou o smartphone? Então… faça isso!

Atualizou o smartphone? Então… faça isso!

Compartilhe

Ao longo de quase 15 anos produzindo conteúdos para o TargetHD.net, eu não me lembro mais de quantas vezes eu escrevi em artigos diversos sobre a importância em atualizar o seu smartphone.

Ou seja, eu quero acreditar que, a essa altura do campeonato, você já entendeu que atualizar o seu smartphone não é uma mera perda de tempo ou formalidade exigida pelo fabricante do dispositivo. É uma tarefa fundamental para, inclusive, reforçar a segurança dos seus dados armazenados no dispositivo.

Mas confesso que poucas vezes falei sobre os procedimentos que você deve aplicar no dispositivo depois que a atualização de software estiver concluída. E, antes que você pense que isso é mais perda de tempo, saiba que esses são passos importantes para obter uma experiência de uso ainda melhor.

Neste post, vamos “perder algum tempo” falando sobre o que você deve fazer após a conclusão da atualização de software no seu smartphone.

 

Por que atualizar e, depois, fazer tudo o que vou dizer neste artigo

Atualizar um smartphone é uma iniciativa que só oferece vantagens ao seu dispositivo.

Quando você aplica o update de software no seu telefone, passa a aproveitar de todas as novidades pensadas pelo fabricante, além de corrigir erros, melhorar a segurança do dispositivo e ajustes de outras configurações e funções que podem ser muito interessantes para o uso diário.

As mudanças sempre são positivas, pois apresentam ao smartphone novas possibilidades que serão exploradas pelos usuários nos mais diferentes aspectos.

Ou seja, a atualização de software não é apenas uma sobrevida para o dispositivo. É uma porta aberta para melhorar ainda mais a sua experiência de uso com o telefone, agregando valor a qualquer produto, independente de sua categoria.

Porém, existem alguns procedimentos pós-atualização que são recomendados sempre que você aplicar um update de uma nova versão estável do sistema operacional. E o motivo é bem simples: na prática, o software que você acabou de instalar é novo, com vários elementos diferentes que podem entrar em conflito com os dados que já estão armazenados no dispositivo.

E eu nem preciso ir muito longe neste argumento: dados conflitantes podem resultar em problemas de funcionamento, afetando de forma decisiva na experiência de uso que você tem no dispositivo.

Por isso, realizar essa espécie de “manutenção preventiva” após uma atualização pode ajudar a evitar que problemas futuros apareçam no telefone. Dessa forma, você garante que tudo vai funcionar perfeitamente após essa mudança de software que, em maior ou menor grau, é profunda para qualquer dispositivo de tecnologia.

Se você atualizou o seu smartphone recentemente, precisa se certificar que tudo está funcionando bem, e que esse comportamento vai se manter ao longo das próximas semanas. E aqui, o objetivo desses passos é a manutenção da boa experiência de uso que você já encontrava nesse dispositivo.

Muitas pessoas enfrentam problemas e anormalidades após a atualização do sistema operacional no smartphone, e existem diferentes formas para corrigir tais falhas antes de tomar medidas drásticas, como a recuperação de fábrica ou o downgrade de versão.

Em regra, se tudo acontecer como o previsto durante o processo de atualização de um sistema operacional, você não terá maiores problemas para utilizar o dispositivo em um comportamento absolutamente normal.

Porém, se você encontrar algum problema no dispositivo depois da atualização, chegou a hora de descobrir o que está acontecendo, e encontrar uma solução para caso a caso.

Antes de prosseguir, é fundamental lembrar ao amigo leitor que o primeiro e mais recomendável passo é reiniciar o smartphone, pois na maioria dos casos o problema é temporário e resultante de algum conflito momentâneo de software.

E se mesmo após a reinicialização o problema persiste, siga os passos indicados a partir de agora.

 

Apague a memória cache

Esse é o primeiro passo que qualquer usuário que está enfrentando problemas após a atualização do sistema operacional deve executar depois da reinicialização do smartphone.

Apagar a memória cache é importante neste caso, pois tal procedimento pode eliminar aqueles arquivos persistentes que não são compatíveis com a nova versão do sistema operacional. Esse conflito entre os arquivos é o que pode resultar em um funcionamento anormal do dispositivo após a atualização do sistema operacional.

Aliás, o procedimento para apagar a memória cache do telefone é recomendado mesmo quando o dispositivo não apresenta problemas aparentes. Entra em uma daquelas medidas preventivas que ajuda a evitar problemas no futuro.

Se você notar que o desempenho do seu smartphone piorou após a atualização do sistema operacional, detectando principalmente falhas de desempenho, de execução de aplicativos e drenagem de bateria (que dura muito menos que antes do update), limpar a memória cache do dispositivo pode ser a solução.

Você também pode apagar a cache antes mesmo de realizar o procedimento de atualização de software. O Google Files é uma mão na roda na hora de eliminar o lixo residual armazenado no seu telefone.

 

Deixe que a bateria volte ao comportamento normal

A pressa é inimiga da perfeição, e muitas pessoas que eu conheço simplesmente não conseguem esperar que o smartphone volte ao seu comportamento normal após um procedimento tão complexo e intrusivo como é uma atualização de software.

Não são poucos os usuários que eu conheço que ficam reclamando nas redes sociais que a bateria do dispositivo está drenando muito mais rápido após uma atualização de software. Isso é algo relativamente normal, pois o dispositivo precisa se ajustar com as alterações de software aplicadas, o que leva um certo tempo.

Por ouro lado, quando o update é mal aplicado, ou o novo software não está completamente ajustado ao dispositivo (e isso considerando as quase infinitas possibilidades de combinação de software por conta dos diferentes tipos de aplicativos que diferentes usuários podem instalar no telefone), a bateria do telefone pode sentir os efeitos dessa “falta de comunicação” entre as novas informações e os dados previamente armazenados.

Esse não é o comportamento esperado para uma versão estável do sistema operacional, mas vale a pena apagar a memória cache e esperar por algumas horas para verificar se tudo não passa de um problema temporário.

Neste caso, esperar algumas horas pode ser o segredo do sucesso. Deixe o smartphone desligado para que o processo de recarga de bateria do dispositivo aconteça de forma plena, e volte a utilizar o smartphone normalmente. E observe se o comportamento da autonomia de energia voltou ao normal.

 

Elimine os aplicativos incompatíveis

Vamos mais uma vez falar sobre esse negócio de um software não conversar com outro.

Quando você instala uma nova versão de um sistema operacional em um smartphone, é bem possível que alguns aplicativos que já estavam instalados no dispositivo não sejam compatíveis com esse novo software responsável pelo gerenciamento do telefone.

Isso pode resultar em problemas em curto prazo, como (por exemplo) um funcionamento ruim deste aplicativo que nunca apresentou falhas na versão anterior. E essa nem é a pior parte: esse app não compatível também pode afetar outros aplicativos e até mesmo o funcionamento pleno do dispositivo como um todo.

Por isso, é mais que recomendável que você verifique se é necessário atualizar algum aplicativo que já estava instalado no seu smartphone para verificar se existe uma nova versão compatível com o sistema operacional que você acabou de atualizar. Além disso, é interessante desinstalar os apps não compatíveis, pois são esses que podem resultar em problemas de funcionamento do seu telefone.

Pode acontecer que o app não compatível seja considerado imprescindível para o seu dia a dia, e desinstalar esse software não é uma opção para você. Neste caso, uma alternativa seria procurar um software alternativo que realiza as mesmas funções para ao menos tentar trocar o programa problemático, em nome do bom desempenho do seu telefone.

Limpar os aplicativos instalados no dispositivo não vai fazer mal algum. Isso pode ser feito a partir dos Ajustes do dispositivo, no item de gerenciamento de apps.

 

Em casos extremos, recuperar o dispositivo é a solução

O mundo perfeito pede que você não tome medidas radicais para resolver os problemas, mas em alguns casos, isso é inevitável.

Se depois da atualização o seu smartphone apresentar um comportamento muito fora do normal, a sua alternativa será mesmo recuperar o dispositivo para as configurações de fábrica. Pode ser a medida extrema, mas é a mais eficiente para eliminar todos os problemas e anormalidades pendentes no telefone.

Antes de realizar o procedimento, é sempre importante lembrar que você deve realizar uma cópia de segurança dos seus dados pessoais, só para garantir que você não vai perder nada importante.

Realize o procedimento de instalação da nova versão do sistema operacional normalmente. Depois, inicie o modo Recovery no telefone, pressionando ao mesmo tempo os botões de liga/desliga + volume para baixo. Dependendo do modelo de telefone que você está utilizando, esses comandos também permitem recuperar as especificações de fábrica do dispositivo.

Após o procedimento, restaure a cópia de segurança que você fez antes de restaurar o dispositivo.

E se tudo der errado, você será obrigado a voltar para uma versão anterior do sistema operacional instalado no telefone. Simples assim.

Espero ter ajudado. Boa sorte!


Compartilhe