TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia ASUS Zenfone 9 no Brasil: vale a pena? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Análises e Reviews | ASUS Zenfone 9 no Brasil: vale a pena?

ASUS Zenfone 9 no Brasil: vale a pena?

Compartilhe

Antes de começar, quero fazer o registro de duas coisas.

A primeira é que fui pego de surpresa com a notícia da saída do Marcel Campos do time da ASUS, e gostaria de agradecer pelos anos de parceria e confiança. Sei que o vínculo com o TargetHD.net já foi mais próximo, mas também sei que as coisas mudam, assim como ele decidiu buscar novos desafios. Boa sorte, Marcel.

E a segunda coisa é que o Marcel Campos já está fazendo falta na ASUS, pois recebi esse release do lançamento do ASUS Zenfone 9 no Brasil com alguns dias de atraso. Tudo bem, eu sei que o mailing pode ter problemas. Mas me senti esquecido no churrasco quando vi os coleguinhas falando sobre esse lançamento no mercado brasileiro.

Dito isso, farei algumas observações sobre a chegada do ASUS Zenfone 9 ao mercado brasileiro, passando para você a minha impressão sobre o produto e mostrar se ele realmente vale o quanto custa.

 

O que o ASUS Zenfone 9 tem de diferente?

Se tem uma coisa que o ASUS Zenfone 9 aposta de verdade é na proposta de ser um smartphone compacto com o máximo de desempenho, algo que está ficando cada vez mais raro no mercado. Está realmente difícil encontrar um smartphone top de linha com uma tela com menos de 6 polegadas, e essa é a brecha que esse dispositivo quer explorar.

Como tela de 5.9 polegadas e 169 gramas de peso, o ASUS Zenfone 9 tem tudo para agradar aquele público-alvo que a Apple decidiu abandonar quando matou o iPhone 13 Mini (e, ao que tudo indica, se arrependeu disso, pois o iPhone 14 Plus não é um sucesso de vendas). Até eu me imagino utilizando um dispositivo Android pequeno e potente no meu dia a dia.

Outra qualidade do ASUS Zenfone 9 é a presença do processador Snapdragon 8+ Gen 1 com a GPU Adreno 730, trabalhando com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento no padrão UFS 3.1. Ou seja, o desempenho máximo está garantido para as tarefas mais cotidianas, para os jogos e também para o processamento de fotos e vídeos.

A ASUS também dá destaque para os sensores fotográficos assinados pela Sony, que recebem uma série de recursos como foto panorâmica, timelapse, foto noturna, slow motion e outros. Com este processador, é difícil de imaginar que essas câmeras não vão entregar tudo o que se espera da qualidade final dessas lentes.

Por fim, o ASUS Zenfone 9 vem preparado para as redes móveis e sem fio de última geração, com WiFi 6, Bluetooth 5.2, NFC e 5G, além de suportar diversos codecs avançados de áudio que vão entregar uma experiência sonora de alta qualidade.

Até agora, tudo perfeito com o novo smartphone da ASUS, certo?

Até agora…

 

É claro que não pode ser perfeito (para mim)

Não quero ser exigente demais com a ASUS nos aspectos que vou abordar a seguir. Reconheço que esses são pontos que me incomodam em particular, mas que não necessariamente devem incomodar a todos os usuários. É que eu sou mais exigente mesmo.

Logo, tente não levar muito em consideração quando eu digo que é uma pena ver o ASUS Zenfone 9 com “apenas” 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. Eu sei que essas especificações de hardware são mais que suficientes para a grande maioria dos usuários, mas não são para mim, que está acostumado a ter, pelo menos, 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento interno.

E sei que, se eu quiser ter mais do que isso, eu que procure outro telefone com preços ainda mais caros que esse. E eu tenho que parar de reclamar da vida, pois isso pode parecer algo patético.

Entendo que o ASUS Zenfone 9 do jeito que está (com a combinação 6 GB + 128 GB) está correta e adequada para a maioria dos interessados em fazer o investimento nele. Só entendo que a ASUS poderia oferecer uma alternativa que contasse com um pouco mais de espaço de armazenamento para quem gosta de instalar mais aplicativos ou deseja registrar fotos e vídeos em grande quantidade no telefone. Não seria nada ruim ter um modelo com 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento.

Para muitos de nós, que desejam explorar um pouco mais esses aspectos do telefone, esses números de RAM e armazenamento podem ser insuficientes. Inclusive para quem gostaria de instalar mais jogos do telefone e aproveitar a presença desse poderoso processador da Qualcomm em suas entranhas.

É uma pena, mas… eu entendo a escolha da ASUS.

 

ASUS Zenfone 9: vale a pena?

É claro que eu não fiz o review do ASUS Zenfone 9 para tirar conclusões definitivas (e espero que a ASUS libere esse telefone para nós no futuro), mas o preço promocional (por tempo limitado) de R$ 3.599 à vista (ou R$ 3.999 parcelado) é bem convidativo para quem quer ter um telefone top de linha nas mãos e procura um dispositivo mais compacto para o uso diário.

Entendo que essa é uma das poucas propostas disponíveis no mercado de telefone compacto top de linha, e isso deve de alguma forma chamar a atenção de um bom público que está um pouco saturado de ser obrigado a levar um tijolo no bolso a cada vez que vai para a praia ou escritório.

Não posso afirmar que os órfãos do iPhone 13 Mini se sentirão representados neste modelo, seja pelas 0.5 polegadas a mais do telefone da ASUS em relação ao finado smartphone da Apple, ou porque estamos falando de um telefone com sistema operacional Android. Por outro lado, a opção está disponível para quem se viu sem alternativas quando o Tim Cook decidiu mudar de rumo e lançar um telefone com tela enorme que poucas pessoas se interessaram.

E para os menos apressados, sempre vale a dica: quem sabe não é melhor esperar a Black Friday para, quem sabe, ver esse valor caindo para preços ainda mais competitivos? Não ter pressa pode ser um enorme negócio.

E eu entendo que o ASUS Zenfone 9 é bem interessante, dentro do que se propõe a ser. Vamos esperar para ver como o consumidor brasileiro vai receber o produto.


Compartilhe