TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia ASUS Zenbook 13 (2022): além da tela OLED… o que mais? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Notebooks, Ultrabooks e Conversíveis | ASUS Zenbook 13 (2022): além da tela OLED… o que mais?

ASUS Zenbook 13 (2022): além da tela OLED… o que mais?

Compartilhe

A ASUS apresentou ontem (22) no Brasil uma nova série de notebooks da linha Zenbook. Os modelos com telas de 13, 14 e 15 polegadas contam com algo em comum: as telas OLED.

Essa é uma aposta da empresa para se diferenciar dos demais fabricantes, pois oferecem um material de tela mais premium para computadores portáteis com preços mais elevados que, em outras marcas, não entregam esse tipo de tela.

Mas esse elemento seria o suficiente para garantir a preferência dos usuários por essa linha de portáteis?

Vamos começar a descobrir isso juntos, em uma série de três artigos especiais para o TargetHD.net. Neste primeiro post, vou falar sobre o ASUS Zenbook 13 (2022).

 

 

 

Compacto, com tela OLED e Intel EVO

O ASUS Zenbook 13 é pensado naqueles que priorizam a mobilidade. Me agrada o fato de ser um notebook mais compacto e com tela OLED. Mas este será um modelo que vai me agradar ainda mais se ele oferecer uma autonomia de bateria tão boa quanto aquele notebook compacto e portátil com o qual ele quer competir: o doravante conhecido como MacBook Air com chip M1.

E eu não estou falando de potência aqui. Estou falando de portabilidade. Sim, pois não podemos pensar apenas em tamanho compacto neste aspecto. É preciso olhar para o tempo que o computador vai ficar longe da tomada. Posso falar sobre isso com certa propriedade, pois recentemente testei de forma breve o ASUS Zenbook 14 (lançado em 2021), e mesmo considerando o produto excelente, confesso que esperava mais de sua autonomia de bateria.

Logo, quero acreditar que a ASUS vai melhorar o resultado final deste aspecto com o ASUS Zenbook 13 com tela OLED e, principalmente, na versão com processador Intel Core de 11ª geração e certificação Intel EVO. Em teoria, esse portátil deve contar com um ótimo desempenho para as principais tarefas do dia a dia e, ao mesmo tempo, oferecer uma autonomia de bateria mais longeva, que é um dos critérios que considero fundamentais para um computador portátil com essa proposta.

Como são duas versões, a ASUS fez alguns retoques aqui e ali na proposta geral do Zenbook 13. Além da nova tela OLED, o modelo com processador de 10ª geração é muito similar ao mesmo produto que já era vendido no mercado nacional. Já a versão com processador Intel de 11ª geração tende a ser mais interessante pelas atualizações de hardware, mas deve custar mais cara justamente por receber o novo chip.

 

 

 

ASUS Zenbook 13 (2022): vale a pena?

A não ser que você realmente faça questão de contar com essa versão do notebook com processador Intel Core de 11ª geração e tela OLED. E, ainda assim, precisamos saber qual é o preço dessa versão para entender se ele realmente vale a pena.

A versão com chip Intel de 10ª geração não apresenta muitas mudanças nas configurações em relação ao modelo que já era vendido no Brasil, inclusive no preço sugerido de R$ 4.999. A boa notícia é que os usuários pelo menos contam com a liberdade para escolher o modelo de notebook que melhor se encaixa às suas necessidades.

No final das contas, você ao menos pode esperar mais um pouco para descobrir o preço do ASUS Zenbook 13 EVO para depois comparar com todas as opções disponíveis no mercado. Dessa forma, você pode tomar a decisão mais racional para a compra.

E o que posso dizer para mim mesmo é: ainda bem que passei o ASUS Zenbook 14 para frente, pois este é o melhor momento para a troca.


Compartilhe