Compartilhe

Eu reconheço que é difícil mensurar o valor das coisas. O que pode valer muito para mim pode valer nada para você, e isso é algo absolutamente normal. Na maior parte do tempo, observamos tudo a partir da nossa perspectiva individual, e quando falamos de dinheiro, essa percepção diferente para tudo se faz ainda mais efetiva.

Não resta dúvidas que o Asus ROG Phone 3 é um baita smartphone. Ele tem o melhor do melhor nas especificações técnicas, e ainda integra diferenciais para entregar um desempenho ainda melhor para o seu principal argumento de compra: os jogos.

Mas… será que dá para encarar a compra do Asus ROG Phone 3 no Brasil com o seu preço inicial sugerido de R$ 5.849 (para pagamento a vista)? E quem deve encarar esse investimento?

 

 

 

Tem que ser muito gamer para investir no Asus ROG Phone 3

 

 

É dispensável dizer que o Asus ROG Phone 3 não é um smartphone pensado no grande público. Ele tem um usuário bem específico em mente: os gamers PROFISSIONAIS. Nem estou falando aqui daquelas pessoas que gostam de videogames, mas que estão satisfeitas dos jogos casuais. Aqui, estou conversão com aqueles que levam essa atividade mais a sério.

Pensando especificamente neste grupo consumidor, dá para dizer que, pelo menos no papel, o Asus ROG Phone 3 se esforça para entregar argumentos bons o suficiente para convencer os jogadores convictos que ele não só é uma opção adequada para a jogatina hardcore, mas que ele é melhor do que os demais produtos concorrentes dentro do seu segmento.

E essa não é uma tarefa fácil. A concorrência nos smartphones gaming aumentou nos últimos anos, e ótimos produtos de diferentes fabricantes apareceram nos últimos meses.

 

 

Porém, a Asus tem um ótimo produto nas mãos, que entrega o que o usuário gamer espera. Entre as principais virtudes do Asus ROG Phone 3, vale a pena mencionar a tela de 144 Hz, o processador Snapdragon 865 Plus, os botões dedicados na lateral para gatilhos de ação ou disparo, uma generosa bateria de 6.000 mAh e toda uma gama de acessórios que melhoram a experiência de jogo no dispositivo.

Sem falar nos recursos específicos de hardware (como sistema de refrigeração interna dedicado) e software (overclock de processador e otimização de recursos para os jogos).

Tais elementos dificilmente são encontrados em dispositivos top de linha pensado nos usuários finais, que normalmente são muito mais caros. E são elementos que justificam o investimento no Asus ROG Phone 3 pelos usuários gaming.

 

 

 

E tem que ter muito dinheiro para investir nesse smartphone

 

 

 

O Asus ROG Phone 3 nem é um smartphone tão caro no seu valor final, apesar de reconhecer que um smartphone que custa mais de R$ 5.000 é um produto bem caro para os padrões dos brasileiros. Mas ele entrega o que promete, e é isso o que realmente importa.

Por outro lado, os usuários mais gamers que querem levar este investimento a sério vão precisar colocar o seu rico dinheirinho em alguns dos vários acessórios que a Asus oferece como complementos do telefone. Você não é obrigado a comprar esses acessórios, mas com eles a experiência de jogo melhora e muito.

Por isso, a conta pode sair um pouco cara para quem quer ter o Asus ROG Phone 3 como um dispositivo dedicado ao gaming. E esse tipo de investimento só pode ser feito por quem realmente vai dedicar a maior parte do tempo de uso com essa atividade e, se possível, para quem vai ganhar dinheiro com isso.

 

 

 

Asus ROG Phone 3: dá para encarar no Brasil?

 

Se você for um usuário consciente de tudo o que está envolvido nessa escolha, encarar a compra como um investimento ou é apaixonado pela proposta deste produto, o Asus ROG Phone 3 pode ser uma escolha aceitável. Agora se você é um gamer casual e sabe que não vai dedicar tantas horas da sua vida nesse tipo de uso do dispositivo, é muito melhor comprar um telefone mais simples e economizar algum dinheiro. Ou quem sabe usar a diferença no valor pago para turbinar o aparelho que você escolheu para os seus jogos mais casuais.

 

 

 

Asus ROG Phone 3 (Brasil): especificações técnicas

 

Tela: OLED de 6,59 polegadas, resolução Full HD+ (2340 x 1080 pixels), proporção 19,5:9 e taxa de atualização de 144 Hz
Processador: Qualcomm Snapdragon 865 Plus octa-core de 3,1 GHz e chip gráfico Adreno 650
RAM: 8 GB LPDDR5
Armazenamento: 128 GB UFS 3.1
Câmera traseira tripla:
principal: 64 megapixels
ultrawide: 13 megapixels
macro: 5 megapixels
Câmera frontal: 24 megapixels
Bateria: 6.000 mAh com carregador de 30 watts
Sistema operacional: Android 10 (ROG UI)
Conectividade: 1x USB-C, 1x USB 3.1 Gen 2 proprietária na lateral, 4G, 5G (n41, n77, n78, n79), Bluetooth 5.1, Wi-Fi 6 (802.11a/b/g/n/ac/ax 2×2 MIMO), NFC, rádio FM e GPS (GPS(L1/L5), Glonass (G1), Galileo (E1/E5a), BeiDou (B1), QZSS(L1/L5))
Mais: leitor de digitais sob a tela, som estéreo, quatro microfones e sensores ultrassônicos para jogos
Dimensões e peso: 171 x 78 x 9,85 mm, 240 g


Compartilhe