Compartilhe

A Microsoft segue com os seus planos de eliminar por completo o antigo Painel de Controle do Windows para implementar uma nova ferramenta de comunicações, substituindo os antigos aplicativos do sistema por novos e equivalentes, mas com a proposta de design Modern UI. A ideia aqui é unificar a proposta de design do sistema operacional.

Agora, é o administrador de discos que será repaginado. Ele é importante, pois gerencia as unidades de armazenamento internas ou externas em um computador, oferecendo informações das unidades e volumes, além do manejo, criação e gestão das partições.

O recurso também permite outros usos mais avançados, como a conversão dos discos em dinâmicos, gerenciamento do tipo de partição MBR ou GPT, criação de discos virtuais ou o marcador de partições ativas. Também permite a inicialização de discos novos, algo necessário quando adicionamos uma nova unidade não reconhecida no explorador de arquivos.

 

 

 

Como é o novo Administrador de Discos no estilo Modern UI

 

 

A partir do Windows 10 Build 20175, a Microsoft incluiu esse novo Administrador de Arquivos nas Configurações do sistema. O recurso está oculto, mas pode ser acessado na rota Configurações > Armazenamento, e clicando no item de administrador de discos e volumes.

A página inicial do novo Administrador de Discos mostra uma lista dos discos disponíveis naquele momento e seus respectivos volumes. Ao selecionar um volume em específico, aparecem duas opções: Explorar e Propriedades.

Em Explorar, ele abre a partição do disco no Explorador de Arquivos, enquanto que em Propriedades, você pode administrar o volume selecionado. Você também pode ver uma representação gráfica do volume e do espaço de armazenamento disponível, onde é possível mudar o tamanho de cada unidade, reduzindo o volume de alguma delas quando necessário. Por exemplo, quando você quer instalar um sistema operacional alternativo junto com o sistema principal, e precisa dedicar uma parte do espaço em disco para essa nova instalação.

 

 

É importante deixar claro que o novo Administrador de Discos do Windows 10 no estilo Modern UI ainda não está completo. O software ainda não conta com características como eliminar e formatar partições de disco, que são os recursos mais úteis de qualquer gestor de discos disponíveis no mercado.

Porém, nesse momento, está confirmada a existência da versão UWP para a interface Modern UI do Disk Management, com o seu desenvolvimento em curso. É de se imaginar que a versão final da ferramenta estará disponível nas futuras atualizações maiores do Windows 10 e, até lá, vamos seguir utilizando o competente administrador de discos clássico, com o qual já estamos acostumados.

Alguns usuários mais antigos fatalmente podem criar uma certa resistência às novidades, tal e como normalmente acontece. Porém, é o sinal dos tempos, e é uma nova proposta de design que está aparecendo. Uma nova proposta que a Microsoft quer implementar a todo custo.

 

 

Sobre o Painel de Controle, todo mundo já sabe o que a Microsoft está pensando: mudança completa, com eliminação da proposta antiga. O novo menu de Configurações ainda não conta com muitos elementos de gerenciamento, e em todo o Windows 10 ainda encontramos casos de duplicidade de funções. Logo, é preciso definir essa questão de vez, completando uma das ferramentas internas mais importantes do Windows.

Mas até eu reconheço que é impossível fazer isso de uma tacada só. Logo, vamos ter um pouco mais de paciência.

 

 

Via Windows Latest


Compartilhe