Compartilhe

Em 2019 comemoramos os 50 anos que a Apollo 11 chegou à Lua. E, apesar da NASA ter realizado um trabalho espetacular e sem precedentes para a época, tem algumas pessoas que acreditam que aquilo nunca aconteceu.

Eu não duvido que o homem chegou à Lua. O forno de micro-ondas, o relógio digital e boa parte da tecnologia que me cerca hoje são provas materiais e bem críveis que o evento realmente aconteceu. Logo, eu não estou aqui para questionar o evento nesse post. Só vou apresentar para você as três teorias conspiratórias mais famosas baseadas no assunto.

 

 

Nunca chegaram porque nunca voltaram a ir

 

Esta é uma das teorias que usam uma lógica que poderia convencer a qualquer pessoa: o homem nunca pisou na Lua, baseado na tecnologia. Afinal de contas, se a NASA conseguiu chegar na Lua com a tecnologia de 1969, por que não voltou a fazer isso com a tecnologia avançada que temos hoje?

É óbvio que o homem voltou para a Lua em várias outras oportunidades ao longo da década de 1970, mas os mais crentes dessa teoria preferem ignorar todas essas viagens tripuladas.

 

 

Os filmes secretos de Stanley Kubrick

 

Uma vez que a chegada à Lua era parte da guerra fria, algumas pessoas acreditam que o governo norte-americano tomou as campanhas promocionais do programa espacial como algo muito a sério. De acordo com a teoria Kubrick, o governo sempre teve um plano de contingência.

Existem duas versões dessa teoria. A primeira e mais famosa de todas é a que diz que o homem nunca chegou a pisar na Lua e, em seu lugar, foi filmado um filme em alguma instalação militar para fingir a chegada dos Estados Unidos ao satélite natural. Um filme dirigido por ninguém menos que Stanley Kubrick.

A segunda versão da teoria afirma que o filme foi gravado por Kubrick, mas nunca foi revelado. Uma vez que era o plano B do governo caso o homem não conseguisse chegar à Lua. O filme seria usado para fazer o mundo acreditar que os Estados Unidos chegou à Lua antes que os soviéticos.

A última teoria tem todo o sentido do mundo, já que em temos de guerra fria, coisas muito piores e muito mais absurdas aconteceram.

 

 

A censura da Alunissagem

 

Há quem acredite que o evento da chegada do homem à Lua teve alguns diálogos entre Neil Armstrong e Buzz Aldrin que foram censurados. Supostamente, durante a viagem, os dois astronautas viram naves alienígenas.

Porém, ao reportar o evento para a NASA, os chefes na agência espacial decidiram fingir que isso nunca aconteceu. As gravações onde os dois mencionam tais naves extraterrestres foram destruídas.

Os dois astronautas foram questionados em diversas oportunidades se os rumores eram verdadeiros, mas ambos sempre desmentiram que viram objetos inexplicáveis. Mesmo assim, há quem pense que os dois foram ameaçados de morte caso revelassem essa informação ao mundo.


Compartilhe