Compartilhe

A essa altura do ano, todo mundo que é ligado em séries de TV já sabe qual foi a série mais pirateada de 2019. Mas não custa nada vir aqui confirmar: Game of Thrones foi a série mais pirateada do ano, de acordo com o TorrentFreak. Surpresa zero nesse caso, já que a produção da HBO ficou na liderança do ranking anual pelo sétimo ano consecutivo.

Desde a sua estreia em 2011, Game of Thrones recebeu uma gigantesca aceitação, se tornando uma série imprescindível na nova era do streaming. Porém, nem todos os seus fãs assistiram a série pelas suas fontes legais. A sua temporada final não seria uma exceção, superando outros grandes campeões de audiência, como The Walking Dead e The Big Bang Theory.

Os dados do TorrentFreak incluem exclusivamente os rastreadores públicos do BitTorrent. De acordo com os dados da MUSO, empresa especializada em vigilância da pirataria, essa é apenas uma pequena fração de 10% do total de downloads ilegais, e a maioria do tráfego passou por serviços de streaming não autorizados. Além disso, os dados deixam de fora plataformas como Usenet e países como a China. Ou seja, o volume de downloads é muito maior.

Com o fim de Game of Thrones, outras séries se candidatam a ser as rainhas da pirataria em 2020. The Mandalorian (terceira em 2019) é a mais forte candidata. Chernobyl, segunda posição em downloads ilegais nesse ano, não volta em 2020 (é uma minissérie), assim como The Big Bang Theory (que chegou ao fim). Fora isso, a quase eterna The Walking Dead é outra que pode dominar essa lista no ano que vem.

 

 

 

Top 10 séries mais pirateadas de 2019 (segundo o TorrentFreak)

1. Game of Thrones
2. Chernobyl
3. The Mandalorian
4. The Big Bang Theory
5. Vikings
6. The Walking Dead
7. The Flash
8. Rick and Morty
9. Supergirl
10. Arrow

 

A lista é bem realista, considerando a popularidade das séries mencionadas, as séries que mais fizeram barulho em 2019 e o histórico das séries veteranas. Porém, insistimos que o que acontece no universo torrent é uma parcela mínima do total de conteúdo pirateado.

Os motivos para a sobrevivência dos downloads considerados ilegais são os mesmos de sempre: desde os usuários que não pagam nada por nenhum serviço (porque entendem que tudo na internet deve ser de graça) até aqueles usuários que pagariam para ver as séries, desde que as mesmas estivessem disponíveis em seu país.

Um claro exemplo do segundo caso mencionado no parágrafo anterior é o de The Mandalorian: a imensa maioria dos fãs de Star Wars espalhados ao redor do mundo não possuem acesso à série nesse momento, pois a produção só estreou onde o Disney+ está ativo (em mercados selecionados).

Por outro lado, para os fãs de séries, está cada vez mais difícil se manter atualizado com suas séries. Na era dourada das séries, nenhuma produtora quer ficar de fora, e as estreias de séries passam das centenas. Nesse momento, você só consegue ver parte de todas as séries que existem no mercado se você não tiver vida.

E sobre o preço, eu não quero nem falar sobre isso. E não estou falando apenas sobre os diversos serviços de streaming de vídeo disponíveis: temos os serviços de música, as assinaturas de software e plataforma de jogos… Haja cartão de crédito para pagar tudo isso!

 

Via TorrentFreak


Compartilhe