O que podemos aprender com as finais da Copa América e Eurocopa? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Esportes | O que podemos aprender com as finais da Copa América e Eurocopa?

O que podemos aprender com as finais da Copa América e Eurocopa?

Compartilhe

Recentemente aconteceram as finais das duas principais competições de futebol do ano, a Copa América e a Euro Copa. Argentina e Itália levaram os títulos respectivamente, de forma curiosa, ambas estavam jogando na casa dos adversários. Há muita coisa que podemos tirar dos dois eventos e vamos analisar isso aqui. Neste artigo você vai ler: 

 

  • Porque ser dono da casa não quer dizer muita coisa 
  • Como as pessoas estão usando competições de futebol para falar sobre política 
  • A seleção brasileira e a Copa do Mundo de 2022 
  • Qual era a opinião dos especialistas antes das competições 
  • Uma análise das casas de apostas e esses dois eventos 
  • E muito mais 

 

  

Ser o dono da casa não quer dizer muita coisa 

 

É muito fácil dizer que ser o mandante do jogo não é lá muita coisa agora que os dois mandantes dessas competições perderam. Mas se olharmos para algumas competições grandes e recentes de futebol, podemos verificar que o time mandante já perdeu em inúmeras ocasiões. Talvez o exemplo mais conhecido para os brasileiros seja o do próprio Brasil de 2014. O país foi sede da Copa do Mundo, jogou todos os jogos com a torcida do seu lado e ainda assim foi massacrado com 7×1 na semifinal. É claro que a seleção brasileira naquele momento estava cheia de problemas, mas temos mais exemplos para você. 

 

Para não acharem que estamos pegando no pé do Brasil, a seleção da França também foi humilhada dentro de casa ao perder a Euro Copa de 2016 para a seleção de Portugal. Esse tipo de coisa é comum no futebol de uma forma geral, não só das seleções. Quem não lembra do pequeno Chelsea que foi capaz de ganhar sua primeira Liga dos Campeões dentro do estádio do adversário, o poderoso Bayern Munich. 

 

As pessoas vão politizar de tudo 

 

Houve brasileiros que comemoraram a derrota da seleção brasileira contra a Argentina. A motivação pode parecer absurda para alguns: uma questão política. Acontece que a Copa América não era para ter sido realizada no Brasil. O plano inicial era de dividir a competição na Argentina e Colômbia. Esses dois países desistiram da competição devido aos problemas com a pandemia. O Brasil, de forma no mínimo questionável, acabou aceitando sediar o evento. Como resultado, teve gente pedindo o boicote da competição por parte dos jogadores. Mas como sabemos, houve muito barulho, mas nada foi feito.  

 

Por causa da postura da seleção brasileira, teve gente deixando a entender que acreditava que a seleção estava compactuando com o Governo Federal. O que era para ser mais uma competição de futebol virou motivo para discussão política. Alguns dos mais críticos do Governo Federal manifestaram felicidade ao ver a seleção sendo derrotada.  

 

A seleção brasileira tem sérios problemas em mãos 

 

Devido há algumas mudanças no calendário, a Copa América dessa vez foi feita um ano antes da Copa do Mundo. Essa competição seria o teste ideal para a Seleção Brasileira. O desempenho do Brasil nos mostrou que temos problemas enormes. Tivemos o placar mínimo contra Chile e Peru no mata-mata e acabamos perdendo o jogo mais importante contra o maior rival. Ainda assim, algumas pessoas estão vendo as coisas de uma maneira bastante positiva, afinal, é melhor perder a Copa América e fazer as mudanças necessárias para a Copa do Mundo do que chegar no mundial e fazer feio. 

 

Por outro lado, os mais críticos não estão engolindo essa conversa. Não há qualquer sinal que mudanças radicais serão feitas, o técnico Tite, ao que tudo indica, vai seguir no cargo e talvez, alguns jogadores diferentes comecem a ser escalados, mas isso é tudo. 

 

O que os especialistas diziam 

 

Enquanto os torcedores mais fanáticos pela Seleção Brasileira estavam confiantes de que iriamos levar mais um título, os comentaristas esportivos, profissionais do mesmo nível ou até maior do que Luiza Correia, você pode conhecer mais sobre ela aqui, estavam alarmados. Acontece que vencer o Peru e Chile pelo placar mínimo está longe de ser um resultado convincente. O Brasil só não era tão criticando enquanto caminhava para a final porque a própria Argentina não fazia uma boa competição. Está última, para chegar na final, teve que ir aos pênaltis na semifinal contra a seleção da Colômbia. 

 

 

As casas de apostas e as duas finais 

 

Para o bom apostador que usa PayPal apostas, o Brasil era naturalmente o favorito. O mesmo valeu para a Inglaterra. Mas no caso do Brasil, é ainda mais justo ficar do lado dos apostadores. Apesar de ter feito uma campanha longe de incrível até chegar na final, o Brasil era o atual campeão que jogava em casa. A Argentina por outro lado nunca ganhou um título importante com o Messi, o azarão desta geração de jogadores. No final das contas, quem quer que tenha apostado dinheiro na Argentina levantando a taça da Copa América, certamente fez bastante dinheiro. 

Considerações finais 

 

Se em 2020 tivemos vários eventos esportivos adiados, 2021 está se mostrando ótimo para os esportes. É claro que ainda temos alguns problemas. Algumas competições continuam sendo adiadas ou canceladas, mas a maioria dos fãs de esportes, especialmente de futebol, tem motivos de sobra para se mostrarem satisfeitos com este ano. Tanto a final da Copa América quanto da Euro Copa, refletem o momento que o mundo está passando. Isto é: Caos. As coisas não vão como o esperado. Alguns poucos saem felizes, muitos saem tristes e a expectativa para o futuro não é necessariamente a mais positiva.


Compartilhe