Wetten.com Brasil Apostas
Home » Notícias » As mais absurdas teorias que vinculam o 5G ao COVID-19

As mais absurdas teorias que vinculam o 5G ao COVID-19

Compartilhe

Várias teorias conspiratórias apareceram em torno do 5G depois do início da pandemia do COVID-19. Isso resultou em problemas sérios para as operadoras de telefonia móvel lá fora, com torres de telefonia queimadas. Por isso, e como o objetivo de tentar acabar com essas maluquices sem sentido, estou escrevendo esse post, para aprofundar um pouco mais nessas chamativas teorias.

O meio de difusão dessas mentiras normalmente é o mesmo: as redes sociais (que é a via utilizada pelos lunáticos para se organizarem e agirem contra as operadoras). Alguns usuários que defendem tais teorias contam com milhares de seguidores nas redes sociais, e os especialistas, atônitos, não entendem qual seria a relação entre o vírus e as redes móveis.

 

 

 

Fake news é uma doença pior do que o vírus em si

 

 

Entre alguns dos argumentos utilizados para atacar as redes telefônicas com 5G, se encontram os seguintes:

– O 5G utiliza as redes para transmitir o COVID-19 através de ondas de rádio
– O principal objetivo do 5G é distribuir a doença.
– Tudo foi planejado pela China.

Tais teorias começaram a aparecer no final de janeiro de 2020 nos Estados Unidos, com algumas publicações na internet que disseminavam tais mentiras. Isso coincide com o a época em que os primeiros casos do COVID-19 apareceram. Porém, a tendência das teorias muda de acordo com o país. Mas nos EUA a coisa chegou tão longe, que muitos pensam que o 5G pode alterar o corpo humano.

Outras teorias absurdas relacionadas ao 5G são:

– O 5G foi criado para desativar o sistema imunológico do ser humano.
– O 5G faz com que algumas pessoas fiquem expostas ao COVID-19.

 

 

 

Desmentindo a fantasia dos idiotas

 

 

Tais teorias absurdas correm como nunca nas redes sociais, o que gera revolta nas mentes mais inteligentes do planeta, que estão desmentindo o tempo todo as teorias sem sentido.

A Agência Federal de Gerenciamento de Emergências dos Estados Unidos emitiu um comunicado oficial, onde desmentem categoricamente que o 5G causa ou propaga o vírus, enfatizando que:

 

“Uma teoria da conspiração online em todo o mundo tentou vincular a rede 5G ao coronavírus. Como resultado, muitas torres fora dos Estados Unidos foram incendiadas. A tecnologia 5G NÃO causa coronavírus.”

 

Já Simon Clarke, micro biólogo da Universidade de Reading, reforça que: “A ideia de que o 5G recua seu sistema imunológico não resiste ao escrutínio.”, e a prova disso é que cidades do Reino Unido que não contam com 5G registraram casos do COVID-19.

Por fim, não existem evidências que amparem tais teorias conspiratórias, o que nos leva a crer que estamos vivendo uma loucura idiotizada e sem fundamento. Quem dissemina esse tipo de mentiras não tem nada melhor para fazer na vida, e não passa de um desocupado enquanto o mundo passa pela sua maior pandemia dos últimos 100 anos.

 

 

Via FEMA, BBC


Compartilhe