TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia As diferenças de recarga rápida nos modelos do iPhone | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | As diferenças de recarga rápida nos modelos do iPhone

As diferenças de recarga rápida nos modelos do iPhone

Compartilhe

Você sabia que a recarga rápida do iPhone não funciona da mesma forma em todos os modelos do smartphone da Apple?

Pois é, muita gente não sabe, mas a Apple conta com diferentes sistemas de recarga rápida para diferentes modelos do seu iPhone. Algo que é relativamente compreensível, já que são dispositivos com capacidades de bateria diferentes.

O detalhe a ser observado aqui é que até nisso a Apple tenta capitalizar um pouco mais em cima dos seus usuários. O que quero dizer com isso? Simples: quanto mais rápida for a recarga da bateria, mais você terá que pagar por isso.

E isso porque a Apple incluía no passado um carregador de 18W para modelos de iPhone que poderiam carregar em até 87W. Vai entender…

Neste post, vamos mostrar a velocidade de recarga de cada um dos modelos do iPhone disponíveis no mercado, a partir do iPhone 11. E, o mais importante: colocar todos em perspectiva para comparar as diferenças entre eles.

 

 

 

iPhone 11

A Apple foi muito criticada na época do lançamento do iPhone 11, já que incluiu no kit de venda um carregador com míseros 5W de recarga, que sequer era rápida.

Mas o grande problema aqui nem é o carregador (de novo: ao menos naquela época a Apple ainda enviava o item no kit de venda; hoje, nem isso…). O motivo principal para as críticas está no fato que o próprio iPhone 11 só conta com 17W de velocidade de recarga, por recomendação da própria gigante de Cupertino.

Ou seja, o iPhone 11 alcançava 100% de recarga (a partir de 0%) em aproximadamente duas horas. Algo bem ruim, considerando a pressa das pessoas no seu cotidiano atual.

 

 

 

iPhone 12

No caso da família iPhone 12, a Apple aconselha o uso de um carregador de 20W, um valor que ainda é baixo se comparado com os principais concorrentes, e só piora a situação quando pensamos que aqui já somos obrigados a comprar o carregador separadamente.

Quando olhamos para o lado e constatamos que Samsung, Huawei, Xiaomi e Realme oferecem números de recarga de bateria muito mais generosos e, em alguns casos, com o carregador no kit de venda, a vontade aqui é sentar e chorar de raiva diante do iPhone 12.

Por outro lado, o tempo de recarga do iPhone 12 é consideravelmente menor do que o alcançado pelos modelos da geração anterior, com um pouco mais de uma hora de espera. E é o mínimo que se pede para um telefone cuja bateria piorou em autonomia de um ano para outro.

 

 

 

iPhone 13

Aqui, um pouco mais de melhoras no tipo de carregador, mas ainda muito atrás da concorrência.

O iPhone 13 Pro Max possui uma bateria que suporta carregadores de até 27W. Com isso, você pode utilizar um periférico de 30W para a tarefa de recarga deste smartphone, e a mesma será concluída em até 86 minutos. Este mesmo tempo é alcançado para os outros modelos da família.

Bom, mas… nada surpreendente neste caso.

 

 

 

iPhone SE (2022)

O recém anunciado iPhone “menos caro” da Apple não se salvou das críticas.

Tem um design velho e desgastado, e sua recarga rápida é medíocre. A Apple recomenda o uso de carregadores de 18W para recarregar um smartphone em 100% em aproximadamente uma hora. E isso só é possível porque a sua bateria possui uma capacidade muito menor que a dos demais modelos.

E, ainda assim, quero ver os primeiros testes práticos do iPhone SE (2022). Quero só ver como será a autonomia de bateria do moço, pois ela tem tudo para ser (de novo) o grande calcanhar de Aquiles deste modelo.


Compartilhe