Compartilhe

A repetição do mesmo tema.

A lista com as senhas mais utilizadas em 2018 também pode ser considerada a lista com as piores senhas do ano, tal e como aconteceu nos anos anteriores. De nada parece servir as campanhas de conscientização e os inúmeros casos de roubos de identidade provocados em boa parte pelo uso das senhas inseguras.

Não existe remédio. Não existe solução. O coletivo não vai mudar a sua forma de pensar e agir, e vão continuar a deixar as coisas muito simples para os ciberdelinquentes. Da nossa parte, só nos resta alertar para aqueles que ainda querem ouvir e se proteger de alguma forma.

A SplashData publicou a já tradicional lista com as senhas mais utilizadas em 2018, depois de analisar uma parte das milhões de senhas vazadas em ataques a serviços de internet. A leitura direta é que as pessoas seguem repetindo o desastre dos anos anteriores na hora de criar as senhas, com termos típicos como ‘123456’ e ‘password’, que reinam no topo da lista ao longo da última década.

As 25 senhas mais utilizadas de 2018 (e as piores também)

1. 123456
2. password
3. 123456789
4. 12345678
5. 12345
6. 111111
7. 1234567
8. sunshine
9. qwerty
10. iloveyou
11. princess
12. admin
13. welcome
14. 666666
15. abc123
16. football
17. 123123
18. monkey
19. 654321
20. !@#$%^&*
21. charlie
22. aa123456
23. donald
24. password1
25. qwerty123

Todas as senhas da lista descumprem as regras mais elementares para a sua criação, e apesar do cansaço em repetir tais regras, mais uma vez vamos deixar um resumo das normas básicas para você criar e usar uma senha segura para os seus serviços conectados:

– Não use palavras típicas ou números comuns.
– Combine maiúsculas e minúsculas.
– Combine números com letras.
– Adicione caracteres especiais.
– Deixe a senha mais longa com o maior número de dígitos possível.
– Não utilize a mesma senha em todos os sites.
– Use senhas específicas para bancos e sites de compras online.
– Mantenha a senha a salvo de terceiros.
– Considere o uso de um gestor de senhas.
– Reforce o uso de senhas com outros sistemas, dupla autenticação ou sistemas biométricos.

 

Via SplashData


Compartilhe