Compartilhe

A empresa argentina de artigos sexuais Tulipán apresentou a camisinha Prazer Consentido, que só pode ser utilizada se os dois envolvidos na relação sexual estão de acordo com o ato. O preservativo é definido como uma ‘camisinha de consentimento’, e para usá-lo quatro mãos são necessárias.

Toda a ciência (e engenharia) do seu uso está concentrada na sua embalagem. A caixa que armazena as camisinhas Tulipán conta com uma série de orifícios laterais que mantém tudo muito bem selado, a ponto de serem necessárias duas mãos para oprimir as suas cavidades, e a outra mão para retirar a tampa da caixa.

Feito isso, a camisinha é liberada para ser utilizada como qualquer outra.

A Tulipán está defendendo o prazer seguro, mas nessa campanha a empresa dá foco para o prazer consentido por ambos. Ou seja, se uma mulher diz NÃO para um homem é NÃO MESMO. Não adianta insistir, forçar ou obrigar. E a embalagem dessa camisinha faz exatamente a mesma coisa.

A camisinha do consentimento chega em um momento importante, com todo o movimento motivado pelo #MeToo e os inúmeros casos de assédio sexual e feminicídio, abrindo o espaço para a reflexão, o debate e, nesse caso, a inovação.

 

Via ThisInsider


Compartilhe